Em comunicado, o município indica que a reabertura das várias salas da cidade deverá acontecer "no dia 19", mas, "até 10 de abril", a programação da sala louletana mantêm-se com exibições no formato digital.

Hoje, o ciclo "Cinema às quintas" exibe gratuitamente, na página do Facebook do cineteatro, entre as 19h00 e as 00h00, o clássico de Joaquim Sapinho, "Corte de Cabelo" e, a 8 de abril, é a vez do drama histórico de 2016, "A Morte de Luís XIV", dirigido por Albert Serra.

Para sábado está agendada uma peça de teatro encenada para vídeo, "Desconfi(n)ados – Uma Curta-Metragem Teatral", do Grupo de Teatro Comunitário – Quarteira Fora da Caixa, às 19h00.

No dia 10, às 17h00, haverá mais teatro com a Companhia de Música Teatral a apresentar "O Céu por Cima de Cá", "marcada pela influência da música" e, às 19h00, a programação online segue com o espetáculo "Encontro ao Piano", com o cantor César Matoso a junta-se ao pianista Tiago Sequeira, para um concerto intimista.

Para dia 19 está marcada a reabertura das portas ao público, naquela que é ocasião para celebrar o 91.º aniversário da sala mais antiga de Loulé, e uma das mais antigas do Algarve.

Teresa Salgueiro, ex-vocalista dos Madredeus, apresenta, às 19h00, “Por Dentro do Silêncio”, um concerto que reflete os últimos 12 anos do seu percurso na música, desde a saída dos Madredeus em 2007.

A 23 de abril, às 19h00, é a vez da dança invadir o palco do Cineteatro, com um espetáculo da jovem companhia de Vila Nova de Famalicão - In Tranz Yt -, formação que aposta nas ”criações próprias” e em “reinterpretações de outras companhias, e que tem vindo a ganhar asas em Portugal e no estrangeiro”, pode ler-se na sua apresentação.

No dia seguinte, é a harpa a dominar as sonoridades do Auditório do Solar da Música Nova, com a harpista algarvia Helena Madeira e vários alunos do Conservatório de Música de Loulé Francisco Rosado a darem corpo ao Festival de Harpa, às 10h30.

Para 27 abril, às 19h00, está marcado um dos espetáculos “mais aguardados do ano”, realça o comunicado desta sala, com a atriz Eunice Muñoz a juntar-se, no palco do cineteatro, à sua neta e atriz Lídia Muñoz em "A Margem do Tempo", peça encenada por Sérgio Moura Afonso com que Eunice pretende, aos 92 anos, abandonar os palcos.

A terminar a programação do mês de abril, o cineteatro apresenta a coreógrafa Elizabete Francisca a retratar a “carestia da habitação e o flagelo dos despejos nas casas arrendadas”, em "Dias Contados", no dia 29, às 19h00.

A 30 de abril, o Dia Internacional do Jazz é celebrado às 19h00 com o CAL Jazz Collective.

Os bilhetes para os vários espetáculos podem ser adquiridos através da plataforma Bilheteira Online – BOL e presencialmente, na bilheteira do Cineteatro Louletano, a partir do dia 19 de abril.

As salas de espetáculos, teatros, auditórios e salas de exibição de filmes cinematográficos e similares reabrem a 19 de abril, com horários de fecho às 22h30, nos dias úteis, e às 13h00, aos fins de semana e feriados.

As regras de segurança a aplicar são mesmas aprovadas para o primeiro ‘desconfinamento’, em maio de 2020, com a Orientação 028/2020, da Direção-Geral da Saúde, ainda em vigor.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.