Numa longa entrevista, o oscarizado realizador e ator de 89 anos disse ao The Wall Street Journal que, embora aprecie algumas das ações do presidente Trump, a política nos Estados Unidos tornou-se "irritante".

Trump deve agir "de uma maneira mais gentil, sem usar o Twitter ou chamar nomes a pessoas", disse Eastwood, que apoiou o magnata republicano em 2016 quando este enfrentou a democrata Hillary Clinton.

"O melhor que podemos fazer é eleger Mike Bloomberg" para a Casa Branca, disse na entrevista publicada na noite desta sexta-feira, citando o magnata dos média que concorre à nomeação do Partido Democrata para enfrentar Trump em novembro.

Bloomberg, de 78 anos, é ex-mayor de Nova Iorque, o que significa que os dois homens têm alguma experiência política em comum. Embora Eastwood seja mais conhecido pela sua carreira em Hollywood, ele também foi mayor da cidade de Carmel, na Califórnia, durante dois anos.

Em 2012, o ator foi protagonista de um momento inusitado quando subiu ao palco durante a Convenção Nacional Republicana, na qual o partido nomeou Mitt Romney como candidato à presidência, e iniciou uma conversa com um imaginário Barack Obama que "ocupava" uma cadeira vazia.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.