Um vídeo do Festival Bons Sons, em Tomar, está a gerar indignação nas redes sociais, nomeadamente entre grupos de católicos e em páginas dedicadas à comunidade. O vídeo, partilhado em agosto, apresenta um excerto do concerto do projeto de Homem em Catarse, do músico Afonso Dorido, na Igreja de São Sebastião, na aldeia de Cem Soldos.

Veja o vídeo:

O espetáculo realizou-se no dia 11 de agosto, no âmbito do Festival Bons Sons, e o vídeo soma mais de 15 mil visualizações. Ao jornal I, o bispo da diocese de Santarém considerou que concerto não era apropriado.

Em comunicado partilhado este domingo, 2 de setembro, no Facebook, a diocese frisa que "o Bispo de Santarém, bem como os serviços da Cúria Diocesana, não tiveram conhecimento prévio de que a Igreja de São Sebastião de Cem Soldos iria ser usada para espetáculos do Festival Bons Sons que decorreu de 9 a 12 de agosto de 2018".

Na nota, é ainda frisado que o concerto viola regras do Vaticano sobre espetáculos em igrejas. "Não é legítimo programar numa igreja a execução de uma música que não é de inspiração religiosa e que foi composta para ser interpretada em contextos profanos precisos, quer se trate de música clássica ou contemporânea, erudita ou popular", defende a diocese.

"A Igreja Católica tem promovido e permitido atuações musicais nas igrejas, sempre que as mesmas contribuam para a elevação espiritual das pessoas. Segundo o direito canónico, segue-se o princípio geral de que qualquer uso do templo 'não deve ser contrário à santidade do lugar' (cân. 1210). E, no que se refere à música, a Congregação para o Culto Divino indica o 'critério segundo o qual convém abrir a porta da igreja a um concerto de música sacra ou religiosa, e fechá-la a toda a outra espécie de música'", pode ler-se no comunicado.

Leia o comunicado:

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.