O festival de música de Glastonbury, no Reino Unido, foi cancelado devido ao surto do novo coronavírus. A organização confirmou esta quarta-feira, dia 18 de março, que a 50º edição do evento, marcada para os dias 24, 25, 26, 27 e 28 de junho, não se irá realizar.

"Lamentamos muito anunciar isto, mas vamos ter que cancelar o Glastonbury 2020", escreveram os organizadores no Twitter, frisando que esta é uma "paragem forçada". A organização adianta ainda que os bilhetes já comprados são válidos para a edição de 2021.

"Num momento de incerteza sem precedentes, esta era a nossa única opção viável", frisam.

No comunicado, a organização frisa que estava ansiosa por receber os festivaleiros para o "50.º aniversário com um cartaz cheio de artistas fantásticos dos quais estávamos incrivelmente orgulhosos de confirmar".

Taylor Swift, Paul McCartney, Kendrick Lamar, Diana Ross, Fatboy Slim, Dua Lipa, Primal Scream e Manic Street Preachers eram alguns dos cabeças de cartaz do festival britânico.

"Seguindo as novas medidas anunciadas esta semana pelo governo [britânico] - e em tempos de incerteza sem precedentes - esta é a nossa única opção viável", refere a organização, num comunicado publicado no site oficial do festival.

Salientando esperar que "a situação no Reino Unido tenha melhorado muitíssimo até ao final de junho", a organização refere que "mesmo que isso aconteça", "não é possível passar os próximos três meses com milhares de trabalhadores na quinta [onde decorre o festival], a ajudar na construção das infraestruturas e atrações necessárias para acolher mais de 20 mil pessoas temporariamente".

A organização pede "sinceras desculpas" aos 135 mil que já fizeram depósitos para assegurarem um bilhete para Glastonbury 2020, recordando que "os pagamentos venciam no início de abril" e que "era necessário tomar uma decisão antes disso".

"Sabemos que nem sempre é fácil assegurar um bilhete para o festival, por isso oferecemos às pessoas a passagem do depósito para 2021, garantindo assim a oportunidade de comprarem um bilhete para a edição do próximo ano", explica a organização.

Quem preferir receber o dinheiro do depósito, "poderá contactar a

See Tickets" nos próximos dias e "esta opção mantém-se válida até setembro".

Glastonbury é um dos maiores festivais de verão do mundo.

Em Portugal, há vários grandes festivais programados a partir de junho, entre os quais o NOS Primavera Sound (junho), no Porto, o Rock in Rio Lisboa (junho), o NOS Alive (julho), em Oeiras, o Super Bock Super Rock (julho), em Sesimbra, o MEO Sudoeste (agosto), em Odemira, e o Vodafone Paredes de Coura (agosto).

O primeiro na agenda portuguesa é o NOS Primavera Sound do Porto, que decorre entre 11 e 13 de junho. A organização publicou na segunda-feira uma mensagem nas redes sociais do festival, na qual explica estar "a estudar todas as possibilidades para que o festival se realize este ano".

Mais informações sobre o COVID-19.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.