O certame era aguardado com grande ansiedade pelos livreiros, editores, escritores e leitores após uma interrupção de dois anos e meio, devido à pandemia de COVID-19.

A 80.ª edição da Feira do Livro de Madrid abriu no dia 10 de setembro no Parque do Retiro da capital espanhola, e este ano tem a Colômbia como país convidado.

Até ao dia 26 deste mês, os 320 stands vão poder receber diariamente 3.900 pessoas, esperando-se uma assistência total de 300.000 visitantes, segundo os organizadores.

A portuguesa Lídia Jorge, que em 2020 venceu o Prémio da Feira Internacional do Livro de Guadalajara (México), participa numa conversa na Casa do México de Madrid sobre literatura mexicana e os autores “que lhe deixaram uma marca decisiva” (Juan Rulfo, Carlos Fuentes, José Emilio Pacheco, Octavio Paz, Elena Poniatowska e Carmen Boullosa).

Ana Luísa Amaral e Lídia Jorge estarão na Feira do Livro de Madrid para sessões de autógrafos com os leitores, a primeira a 19 e 20 de setembro e a segunda a 24.

De acordo com a informação dada pela embaixada de Portugal, para além da participação no programa oficial, Portugal está representado com a presença das editoras Pato Lógico e Tcharan.

Portugal foi o país convidado da Feira de Madrid de 2017.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.