Depois de um ano de intervalo devido à pandemia de COVID-19, o Festival Eurovisão da Canção está de volta. A primeira parte da 'viagem' nacional chega ao fim este sábado, dia 6 de março, com a final do Festival da Canção. Valéria, The Black Mamba, Karetus & Romeu Bairos, Fábia Maia, Sara Afonso, Joana Alegre, Carolina Deslandes, Pedro Gonçalves, NEEV e EU.CLIDES vão competir pelo passaporte que garante a participação na edição do concurso, que este ano se realiza em Roterdão, nos Países Baixos.

Das duas rondas do concurso saíram dez finalistas, mas apenas um conquistará uma viagem até Roterdão para representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção 2021. O tema será escolhido com base na votação do júri e do público, no esquema de 50/50. "O peso do voto será repartido entre o público e o júri escolhido pela RTP. Na final, as votações do júri serão associadas a sete regiões diferenciadas, incluindo Portugal Continental e Ilhas", explica a RTP.

FESTIVAL DA CANÇÃO 2021
créditos: Pedro Pina – RTP

As votações abriram no início da semana e fecham durante a gala da final, que este ano será apresentada por Filomena Cautela e Vasco Palmeirim - tal como nas semifinais, Inês Lopes Gonçalves irá estar na green room - a primeira semifinal contou com Sónia Araújo e Jorge Gabriel e a segunda semifinal esteve nas mãos de Tânia Ribas de Oliveira e José Carlos Malato.  Nos três programas, Inês Lopes Gonçalves ficou na Green Room. Nas redes sociais, a emissão da RTP estará nas mãos de Joana Martins.

Na final, o peso das votações é repartido entre os telespectadores e um júri, com representantes de sete regiões de Portugal Continental e ilhas. Em caso de empate, prevalece a escolha do público, que pode votar através de chamadas de valor acrescentado.

Veja no vídeo como votar:

Os 10 finalistas

Valéria, The Black Mamba, Karetus & Romeu Bairos, Fábia Maia e Sara Afonso foram os escolhidos pelo júri e pelo público na primeira semifinal. Já no passado fim de semana, na segunda ronda, Joana Alegre, Carolina Deslandes, Pedro Gonçalves, NEEV e EU.CLIDES conquistaram passagem para a final do Festival da Canção.

No início da semana, a RTP1 revelou a ordem de atuações na final. Karetus & Romeu Bairos vão abrir a emissão, seguidos por Joana Alegre, Fábia Maia, Valéria, Carolina Deslandes, NEEV, Pedro Gonçalves, Sara Afonso, EU.CLIDES, The Black Mamba.

Ouça as canções:

Canção nº 1: “Saudade” – Karetus e Romeu Bairos
760 30 31 01

Canção nº 2: ”Joana do Mar” – Joana Alegre
760 30 31 02

Canção nº 3: “Dia Lindo” – Fábia Maia
760 30 31 03

Canção nº 4: “Na Mais Profunda Saudade” – Valéria
760 30 31 04

Canção nº 5: “Por Um Triz” – Carolina Deslandes
760 30 31 05

Canção nº 6: “Dancing in the Stars” – NEEV
760 30 31 06

Canção nº 7: “Não Vou Ficar” – Pedro Gonçalves
760 30 31 07

Canção nº 8: “Contramão” – Sara Afonso
760 30 31 08

Canção nº 9: “Volte-Face” – EU.CLIDES
760 30 31 09

Canção nº 10: “Love is on My Side” – The Black Mamba
760 30 31 10

Os três favoritos

Festival da Canção
créditos: Pedro Pina – RTP

À semelhança do que acontece no Festival da Eurovisão da Canção, a RTP decidiu "manter o suspense durante as semifinais e revelar apenas as cinco canções mais votadas e que ficam apuradas para a Grande Final, sem revelar as pontuações individuais".

Mas analisando os dados dos serviços de streaming, há três concorrentes que se destacam: Carolina Deslandes, Karetus & Romeu Bairos e NEEV.

Segundo os dados disponibilizados pelo Spotify, "Por Um Triz", de Carolina Deslandes, é o tema a concurso que soma mais reproduções (21 mil e 300). Em segundo lugar sugere "Saudade", de Karetus & Romeu Bairos, com 15 mil 'streams'. Já NEEV, com "Dancing in the Stars", fecha o top três, acumulando 11 600 reproduções no serviço de streaming.

No canal de Youtube do Festival da Canção, os artistas lideram também o ranking, tendo as três atuações das semifinais mais vistas: Carolina Deslandes soma 205 mil visualizações; Karetus & Romeu Bairos com 125 mil; e NEEV regista 116 mil reproduções.

Os convidados e a homenagem a Carlos do Carmo

Além dos desfile dos 10 temas a concurso, a final do Festival da Canção RTP vai contar com convidados especiais. Segundo o canal, Ana Moura & Filipe Sambado, Cláudia Pascoal & Dino D'Santiago, Camané & Clã vão subir ao palco este sábado, dia 6 de março, para homenagear Carlos do Carmos.

"Voz de todas as canções concorrentes ao Festival da Canção de 1976, desaparecido no primeiro dia de 2021, Carlos do Carmo será homenageado com dois momentos particularmente emotivos", adianta a RTP1, em comunicado.

"Num deles o seu trio de eleição, chefiado pelo guitarrista José Manuel Neto, o diretor artístico deste momento, vai acompanhar as vozes de Ana Moura, Camané e Ricardo Ribeiro em canções que nasceram, precisamente, por ocasião dessa edição inesquecível do Festival, que se apresentou então com o título 'Uma Canção Para a Europa'. Este não será, contudo, o único momento no qual a Grande Final vai lembrar Carlos do Carmo já que Dino d’Santiago, vai reinventar em palco outra das grandes canções da grande voz que, como poucas, cantou a Lisboa em que nasceu", revela o canal.

"Mas aqui vamos também homenagear e  recordar três discos absolutamente marcantes e influentes na história da música portuguesa que têm algumas características em comum. Foram todos eles gravados num mesmo estúdio perto de Paris, em 1971, ou seja, há 50 anos. E os respetivos autores partilharam algumas parcerias durante as criações. São eles 'Mudam-se Os Tempos Mudam-se As Vontades', que foi o álbum de estreia de José Mário Branco, o clássico 'Cantigas do Maio' de José Afonso e ainda 'Os Sobreviventes', primeiro álbum de Sérgio Godinho que, embora gravado nesse mesmo ano, tenha já sido editado em inícios de 1972, antecedido, porém, pelo EP de 1971 'Romance de Um Dia Na Estrada' que assim fez a estreia de quatro canções desse mesmo LP logo no ano em que nasceram", explica a RTP.

Segundo o canal, os "Clã foram desafiados a reinventar algumas canções destes três discos, fazendo-o na companhia de duas vozes que passaram recentemente pelo Festival da Canção: Cláudia Pascoal e Filipe Sambado".

Elisa, que venceu a edição de 2020 do Festival da Canção, vai voltar a subir ao palco do concurso da RTP1 para interpretar "Medo de Sentir". "É fácil passar um pano sobre o assunto? Não. Se estou preparada para dizer adeus a esta canção? Não sei. A Elisa vai cantar o tema, uma última vez, no próximo sábado", escreveu Marta Carvalho, compositora da canção, na sua conta no Instagram.

O JÚRI E AS VOTAÇÕES

Seis personalidades avaliaram canções das semifinais da edição de 2021 do Festival da Canção. Este ano, Marta Carvalho, NBC, Paulo de Carvalho, Rita Carmo, Rita Guerra e Vanessa Augusto foram os convidados pela RTP1.

Tal como é habitual, as votações vão decorrerem no esquema de 50/50: o peso do voto será repartido entre o público e o júri escolhido pela RTP. Na final, as votações do júri serão associadas a sete regiões diferenciadas.

"Em caso de empate, as regras são claras: nas semifinais passa o tema com maior pontuação do júri, enquanto que na final a canção que tiver tido mais votos do público será a vencedora", lembra o canal.

À semelhança do que acontece no Festival da Eurovisão da Canção, a RTP vai "manter o suspense durante as semifinais e revelar apenas as cinco canções mais votadas e que ficam apuradas para a Grande Final, sem revelar as pontuações individuais". "As pontuações obtidas pelas canções, tanto no voto do júri como no voto do público, apenas serão reveladas depois da grande final no site oficial do Festival da Canção", explica o canal.

#OFESTIVALÉNOSSO: UMA EDIÇÃO CONDICIONADA PELA PANDEMIA

"Quando, há quase um ano, Elisa e a compositora da canção, Marta Carvalho, se juntaram no palco do Coliseu Comendador Roldão Almeida (em Elvas) para cantar uma vez mais 'Medo de Sentir', que tinha acabado de vencer o Festival da Canção 2020, nenhum de nós imaginava o que o futuro nos guardava. O cancelamento, inédito, da edição de 2020 do Festival Eurovisão da Canção, obrigou a EBU a repensar regras que, agora, permitam encarar com outra confiança a realização do concurso em 2021. Há vários cenários em função das medidas que a saúde pública possa levantar. E com essa certeza em mãos, a RTP avança para a realização do Festival da Canção 2021, cujo vencedor representará Portugal em maio em Roterdão", recorda a RTP.

Rumo a Roterdão: já estão escolhidos os primeiros finalistas do Festival da Canção
créditos: WWW.PEDROPINA.NET

Em 2021, não há risco de o concurso, que reúne representantes de 41 países, não acontecer, visto que os concorrentes vão gravar as atuações nos seus países.

As semifinais da 65.ª edição do festival Eurovisão da Canção estão marcadas para os dias 18 e 20 de maio e, a final, para o dia 22 do mesmo mês.

Devido à pandemia, este ano, o Festival da Canção não vai contar com público em estúdio e a final não se irá realizar numa sala de espetáculos. "Este ano será, contudo, um pouco diferente uma vez que a emergência de saúde pública que vivemos assim o impõe. Não podemos por isso ter a companhia do publico em estúdio. Mas todos poderão acompanhar a transmissão do Festival da Canção em direto na RTP1, RTP Play, RTP Internacional e nas redes sociais da RTP, e contar ainda com uma emissão especial da Antena 1", adianta a estação comunicado.

"Da soma de tantos esforços e entusiasmos, nasceu o mote para a edição deste ano: #OFestivaléNosso. Porque esta é sempre uma experiência partilhada. Até mesmo num tempo em que vivemos mais separados uns dos outros, o Festival da Canção não deixa assim de ser um espaço de ligação", sublinha o canal.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.