De acordo com a entidade, a mostra Isto é PARTIS (Práticas Artísticas para Inclusão Social), com entrada gratuita, pretende revelar ao público como a arte pode transformar a vida de reclusos, jovens em risco, pessoas isoladas ou com deficiência, e refugiados.

Ao longo de quatro dias, os projetos apoiados pela Gulbenkian vão mostrar o resultado do seu trabalho, com espetáculos em várias áreas artísticas, entre eles “A Voz e o Gesto”, pelo projeto Mãos que Cantam, promovido pela Associação Histórias para Pensar.

Trata-se de um coro de homens e mulheres com surdez que será acompanhado em palco por elementos do Coro e da Orquestra Gulbenkian.

Também será apresentada a peça "Fragmentos", pelo Grupo RefugiActo/Refúgio e Teatro, sobre a origem e o destino de quem passa uma fronteira e se torna refugiado.

O RefugiActo, grupo de teatro constituído em 2004 por refugiados de diferentes países, contando atualmente com mais de 10 criações originais, e apresentações pelo país, debates e reflexões sobre o universo dos refugiados em Portugal e no mundo.

Pelo RefugiActo já passaram pessoas de muitas nacionalidades, nomeadamente, Afeganistão, Albânia, Bielorrússia, Caxemira, Colômbia, Costa de Marfim, Gana, Geórgia, Guiné-Bissau, e Guiné Conacri.

Haverá ainda um ´workshop´ de artes circenses e capoeira pelo projeto Mala Mágica, organizado pelo Chapitô, que tem trabalhado com jovens do Centro Educativo da Bela Vista e do Centro Educativo Navarro de Paiva.

Uma conferência no dia 13 de janeiro irá discutir como a arte pode ser motor de inclusão e mudança social, contando com a participação de François Matarasso, investigador e consultor há mais de três décadas na área das práticas artísticas comunitárias, Paulo Lameiro, diretor artístico do projeto Ópera na Prisão, e Rui Vieira Nery, programador da Gulbenkian, entre outros.

O programa PARTIS apoiado pela Gulbenkian selecionou 17 projetos no final de 2013 para intervenção social, entre os quais se incluiu a Ópera na Prisão, realizada por reclusos e apresentado no ano passado.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.