As dúvidas sobre onde se irá realizar a edição de 2019 do Festival da Eurovisão da Canção continuam. Apesar de Israel ter vencido o concurso este ano, o evento poderá ter lugar noutro país.

De acordo com a imprensa local, o governo do Primeiro-Ministro Benjamin Netanhayu pretende fazer alterações à Autoridade de Radiodifusão Israelita, o que poderá pôr em risco a organização do festival em Israel - caso o projeto siga em frente, a União Europeia de Radiodifusão (UER)  poderá expulsar o país.

O governo já reagiu e o Primeiro-Ministro israelita garantiu que as alterações não deverão avançar no próximo ano. Ao The Jerusalem Post, Benjamin Netanhayu frisou ainda que o governo não vai intervir na organização do Festival Eurovisão da Canção.

Esta terça-feira, dia 19 de junho, está marcada uma reunião entre a comitiva israelita e a União Europeia de Radiodifusão.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.