Já estão abertas as inscrições para o Rock in Rio Humanorama, o novo projeto do Rock in Rio que entre os dias 14 e 17 de setembro será palco de diálogos e conversas inspiradoras entre vozes diversas da sociedade. Totalmente online e gratuito, o "festival de conversas" poderá ser acompanhado na plataforma oficial do evento, em rockinriohumanorama.com, sendo para isso necessário preencher um formulário de inscrição.

Esta terça-feira, dia 9 de agosto, a organização revelou mais novidades sobre o alinhamento do evento. Aos já anunciados Gabriel o Pensador, Marisa Liz, Monja Coen, Fábio Porchat, Isabel Silva, Carolina Salgueiro Pereira, Sara Rocha, Alok e Nelson Motta, junta-se Gilberto Gil, Capicua, Sam The Kid, o especialista em Parentalidade e Criatividade Marcos Piangers, a escritora Rosana Hermann, o músico Preto Zeze, Christian Rôças (Crocas), CEO da Porta dos Fundos, a Fundadora e CEO da Ei! Assessoria Migratória Gilda Pereira e Gisela Oliveira, Talent Acquisition Manager na Blip.

O festival de conversas é totalmente digital, gratuito e inclusivo e realiza-se entre os dias 14 e 17 de setembro, procurando "abrir espaço a novas perspetivas e visões sobre alguns dos temas mais complexos da sociedade, explorando diferentes aspetos do ser humano, numa das alturas em que o ser humano precisa, mais do que nunca, de olhar para si, para 'nós' e para a sociedade como um todo".

Em conversa com o SAPO Mag, Agatha Arêas, Vice-Presidente de Learning Experience do Rock in Rio, e Marisa Liz, uma das convidadas do festival de conversas, apresentaram o projeto.

Veja o vídeo:

Ao longo de quatro dias, o Rock in Rio Humanorama vai ser palco de entretenimento e diálogo entre vozes diversas do Brasil e Portugal, disponibilizando na plataforma do evento (rockinriohumanorama.com) 80 horas de conteúdos live e gravados, traduzidos em linguagem gestual, com foco no desenvolvimento do ser humano.

As conversas ter participações de caras bem conhecidas do público, de diferentes áreas de atuação, como Gabriel o Pensador, a cantora Marisa Liz, a monja de ascendência portuguesa Monja Coen, o ator e humorista Fábio Porchat, a apresentadora Isabel Silva, as ativistas portuguesas Carolina Salgueiro Pereira e Sara Rocha, o artista Alok, o jornalista e compositor Nelson Motta ou a escritora Martha Medeiros.

"O Rock in Rio Humanorama surge para inspirar, provocar reflexões, estimular a aprendizagem e explorar a relação com o próximo, que nos torna mais humanos. E mais…este projeto une Portugal, o Brasil, e o Mundo”, explica Agatha Arêas, Vice-Presidente de Learning Experience do Rock in Rio.

Tal como acontece ao entrar na Cidade do Rock, também no Rock in Rio Humanorama o público vai poder escolher os conteúdos a que quer assistir, entre quatro 'palco' principais. "Estes palcos são, na verdade, canais acessíveis através da plataforma do evento – 'Sou', 'Nós”, “Somos' e 'Experiências de Aprendizagem' - dedicados ao conhecimento e desenvolvimento das capacidades do ser humano para a construção de um futuro melhor e mais humano", explica a organização.

Além dos conteúdos disponibilizados durante os quatro dias do festival de conversas, na plataforma do evento o público poderá, também, acompanhar o HumanoramaCast, um podcast de 11 episódios que promove mais conversas inéditas entre os participantes do festival e cuja estreia está agendada para o próximo dia 23 de julho, juntando na mesma conversa Agatha Arêas, Roberta Medina (Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio) e Luís Justo (CEO do Rock in Rio).

"Outro dos conteúdos disponível já a partir de hoje é o HumanoQuizz, um teste de personalidade para todos os que queiram começar já a fazer parte deste projeto, no qual cada participante poderá descobrir qual o seu tipo de 'Humanoramer'", explica o Rock in Rio.. “É uma espécie de diagnóstico rápido do nosso nível de humanidade, mas com uma abordagem leve e divertida, que nos deixa curiosos para descobrir que tipo de humano somos ou estamos a ser!”, acrescenta Agatha Arêas.

"O Rock in Rio foi criado há 36 anos para dar voz a uma juventude oprimida, que anseava pela liberdade de expressão, e também com o objetivo de trazer impacto económico ao país. Acreditávamos que ao atrair grandes nomes da música conseguiríamos impulsionar o Turismo que, por sua vez, se traduziria em receita para a cidade. É importante dizer que sempre acreditámos na filosofia de que ‘para nós estarmos bem o outro também tem que estar bem’ e foi essa crença que motivou, não só, a criação do próprio festival como a implementação de todas as iniciativas que ao longo destas mais de três décadas temos concretizado, sejam projetos de reflorestação, equipar salas de aula, instalar painéis solares em escolas, entre tantos outros”, sublinha Roberta Medina.

O Rock in Rio Humanorama é fruto da colaboração entre o Rock in Rio, A-Lab, Fun e Artplan, empresas do grupo brasileiro de comunicação Dreamers, e conta com o apoio de vários media partners do projeto, incluindo o SAPO.

Pode consultar mais informação acerca do programa aqui: www.rockinriohumanorama.com

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.