Uma nova edição do romance modernista “Grande Sertão: Veredas”, de João Guimarães Rosa, é publicada em outubro pela Companhia das Letras, foi hoje anunciado.

O grupo editorial Penguin Random House anunciou hoje também novas edições de outro autor brasileiro, Chico Buarque, “Estorvo” e “Budapeste”, que “se encontravam ausentes das estantes das livrarias faz muito”.

“Estorvo” foi a estreia literária do autor da “Ópera do Malandro”, pelo qual recebeu um Prémio Jabuti, e foi adaptado ao cinema, em 2000, por Ruy Guerra. “Budapeste”, também adaptado ao cinema, em 2009, por Walter Carvalho, deu a Buarque os prémios Jabuti, em 2003, e o Zaffari Bourbon de Literatura, em 2005.

Também com o selo da Companhia das Letras está previsto a publicação de “O último minuto na vida de Saramago”, do português Miguel Real.

Outro autor nacional, Afonso Cruz, é publicado, também pela Companhia das Letras, em novembro, “Paz traz paz”, bem como um novo volume da “Enciclopédia da estória universal”.

Até ao final do ano, a Companhia das Letras conta publicar o novo romance de Possidónio Cachapa, “A vida sonhada das boas esposas”.

Ainda este mês é publicado, pela Alfaguara, de Charles Bukowski, numa tradução de Hugo van der Bing, “Notas de um velho nojento”, volume que “reúne um conjunto de textos autobiográficos, publicados a partir de 1967 no jornal Open City”.

Também de cariz autobiográfico é publicado “Bem-vinda a casa – Memórias”, de Lucia Berlin, professora universitária e escritora norte-americana falecida em 2004.

A Alfaguara esclarece: “Antes de morrer, Lucia Berlin estava a trabalhar num livro de textos autobiográficos a que tinha chamado ‘Bem-vinda a casa’. Para compor o volume inacabado, Jeff Berlin, filho da escritora, juntou aos seus textos um conjunto de fotografias e cartas da sua vida preenchida, trágica e romântica”.

Lucia Berlin nasceu, em 1932, em Juneau, no estado norte-americano do Alasca, e publicou os seus primeiros contos aos 24 anos.

Em outubro regressa às livrarias nacionais “Todas as Almas”, do espanhol Javier Marias, numa tradução de Miguel Mochila. Editado em 1989, este romance estava “esgotado há muito”.

Outros títulos a serem editados pelas chancelas da Penguin Random House são “Go tell it on the mountain”, de James Baldwin (1924-1987), editado originalmente em 1953, e “Um futuro livre e radioso”, do jornalista Paul Mason, apresentado pelo grupo editorial como “uma das vozes internacionais mais críticas do sistema capitalista neoliberal”.

Em linha de publicação estão também os títulos “Feminismo de A a Ser”, de Lúcia Vicente, “Corrupção: Breve história de um crime que nunca existiu”, de Eduardo Dâmaso, “Sobre o politicamente correto”, de Manuel Monteiro, e “A fábrica das mentiras”, de Paulo Pena.

Outro destaque da programação editorial, pela Objetivo, é “o livro sensação da Feira de Londres deste ano”, “O Evangelho das Enguias”, de Patrik Svensson.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.