"Por muito que trabalhes, por muito que percorras o país de norte a sul, por muitas canções que faças e resultados que tenhas, a indústria vai sempre arranjar a sua forma de te fazer sentir um perdedor. Sempre. E o problema não és tu", frisou a Carolina Deslandes nas redes sociais.

À Blitz, Paulo Carvalho, diretor dos prémios Play, defende que os comentários provam que os prémios são cobiçados pelos artistas, acrescentando que as declarações demonstram um "desconhecimento da Carolina Deslandes em relação à forma como os artistas são nomeados e votados para vencedores".

"Como manager de artistas que fui, durante 25 anos, entendo a dor da Carolina. Mas, de repente, ela está a desfazer os prémios, e isso não faz sentido", sublinhou à revista o ex-manager de artistas e produtor de eventos. "Há aqui uma coisa muito maior do que a Carolina Deslandes. Isso ela terá de entender, é um processo de maturação", acrescentou.

"A Carolina tem de entender que é grande e tem de ser magnânima. É um processo de crescimento necessário para conseguir ser maior, o que acredito que vá fazer", frisou Paulo Carvalho.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.