Joaquin Phoenix foi escolhido como a Pessoa do Ano pela PETA, a principal organização não-governamental para a defesa dos animais nos EUA.

"Joaquin Phoenix nunca falha uma oportunidade de virar os holofotes para longe de si e apontando-os para a situação dos animais e de representar um grande exemplo ao trilhar o caminho do veganismo”, elogiou a fundadora Ingrid Newkirk.

Vegan desde os três anos, há muito tempo que o fortíssimo candidato à nomeação para os Óscares como o protagonista de "Joker" é um ativista da organização.

Em março, o ator deu colo a uma galinha morta durante um evento no Dia Nacional dos Direitos dos Animais.

A parceria também passa por dar a cara noutras campanhas, como a recente "We Are All Animals" [Somos Todos Animais] para promover legislação para banir circos que utilizem animais selvagens.

Joaquin Phoenix foi ainda produtor executivo em "The Animal People", um documentário sobre a luta de seis ativistas norte-americanos dos direitos dos animais contra indústrias de exploração poderosas que acabam acusados de terrorismo pelas autoridades pelo envolvimento numa controversa campanha de protesto.

O Papa Francisco, Oprah Winfrey e Anjelica Huston foram anteriores distinguidos pela PETA.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.