Joe Exotic, protagonista de "Tiger King", da Netflix, escreveu uma carta a pedir ajuda aos fãs, a Donald Trump, Cardi B e Kim Kardashian. No texto, a estrela diz que tem os "dias contados" na prisão.

Na carta publicada pelo TMZ, Joe Exotic pode que o presidente dos Estados Unidos o liberte da cadeia, revelando que está a ser "atormentado" por pessoas que lhe conta que o seu marido está a celebrar a vida em grande.

O protagonista da produção da Netflix conta ainda que não tem recebido os tratamentos certos para os seus problemas de saúde. "Estarei morto dentro de dois, três meses", frisou, confessando-se novamente inocente.

Personagem colorida que fez muito pela popularidade da série, Joe Exotic, cujo verdadeiro nome é Joseph Maldonado-Passage, encontra-se detido após ter sido condenado, em janeiro passado, a 22 anos de prisão por tentativa de homicídio.

O seu crime: atacar Carole Baskin, defensora da causa animal e crítica dos seus métodos, especialmente da reprodução indiscriminada de felinos, da possibilidade de que os visitantes os acariciem, assim como dos maus tratos que provocaram a morte de vários animais.

"Tiger King", um documentário de sete episódios, tem sido um dos programas mais vistos na história da Netflix. A plataforma de streaming anunciou no final de abril que em um mês 64 milhões de assinantes viram toda ou partes da minissérie.

Joe Exotic, de 57 anos, fez um pedido oficial de desculpas ao presidente norte-americano, Donald Trump, no início de maio.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.