O ator Johnny Depp chegou a um acordo amigável com a empresa que administrava os seus rendimentos, encerrando uma batalha judicial que tinha pedidos de imdemnização milionários das duas partes.

"Depp está satisfeito por ter chegado a um acordo com a The Management Group", afirmou esta segunda-feira a seu porta-voz Robin Baum, que salientou que os detalhes são confidenciais.

"Johnny está decidido a tomar fortes medidas para proteger a sua reputação pessoal e artística nos interesses da sua família e da sua carreira", acrescentou.

Em janeiro de 2017, o ator processou por 25 milhões de dólares a The Management Group (TMG), que acusou de ter administrado mal o seu dinheiro, fazendo empréstimos sem a sua autorização e ocultando a degradação das suas finanças, desaparecendo quase tudo o que juntou: 650 milhões de dólares.

A TMG, com sede em Beverly Hills, também processou o ator por uma dívida não paga e destacou que os gastos desmedidos de Depp é que o levaram a ficar à beira da falência.

O acordo evitará um processo judicial mediático.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.