A promotora recorda que a carreira de Luís Represas começou “na década de 1970, como membro fundador do Trovante, ligação que se prolonga até 1992”. “No ano seguinte decide arriscar-se numa carreira a solo, e que é ainda hoje uma das mais bem sucedidas da história da música portuguesa”, refere a promotora.

Do alinhamento do concerto farão parte temas “conhecidos do grande público”, como “Feiticeira”, “Da próxima vez”, “Perdidamente” ou “Timor”, e também “temas menos conhecidos, mas que merecem igual atenção”.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.