Matay é um dos finalistas do Festival da Canção RTP. O cantor foi o mais votado da primeira semifinal do concurso, tendo conquistado 12 pontos do júri e 10 pontos do televoto - no total, somou 22 pontos, ficando à frente de Conan Osíris (19 pontos). Feitas as contas das duas semifinais, Matay e NBC foram os artistas mais votados combinando os votos de do júri e do público.

O cantor de Chelas concorre com o tema "Perfeito", da autoria do compositor Tiago Machado e com letra escrita por Boss AC - ambos os músicos desafiaram Matay a participar no festival. "O Tiago Machado, que foi quem me convidou para participar no Festival da Canção, é diretor musical da banda do AC. Ele foi convidado pelo [Nuno] Galopim e ligou-me - tinha pedido o número ao Boss AC sem lhe dizer para o que era. Entretanto, o AC, que também foi convidado pela RTP, também me ligou para participar no Festival da Canção. E disse-lhe que já estava no festival com Tiago. E ele: 'a sério, então aquele gajo não me disse nada e pediu-me o teu número? E estamos os dois a fazer a mesma proposta'. E foi aí que achamos que era interessante juntarmos-nos os três e fazer a canção. O AC escreveu a letra e o Tiago fez a composição", recorda ao SAPO Mag.

De Conan Osíris a Matay: as fotos da primeira semifinal do Festival da Canção
créditos: RTP

Antes da primeira semifinal, Matay tinha esperança de conquistar o júri, que lhe atribui 12 pontos. "Acreditava que o júri me pudesse dar uma boa classificação. Em relação ao público, confesso que não estava à espera. Foi uma surpresa muito boa e espero que o público agora me possa presentear mais uma vez com uma boa classificação", assinala.

Já a preparar a atuação para a final do Festival da Canção, o músico promete algumas surpresas: "O que tenho tentado fazer é estar tecnicamente preparado. Se a técnica não estiver lá, pode haver algum vacilo. A ideia é preparar-me muito bem tecnicamente para estar mais descontraído quando o nervosismo chegar, porque eu sei que vai chegar. Quero fazer uma boa prestação e podem esperar surpresas".

Matay confessa que, se não estivesse a participar no Festival da Canção, voltaria em Calema "tranquilamente". E em Conan Osíris? "Apesar de agora me sentir influenciado porque já  conheci o Conan Osíris... não sei se o facto de o conhecer e achar que ele é bom rapaz, influencia. Mas não sei se votaria nele só por causa da música - como está à vista, são estilos diferentes. Não é a minha cena, mas neste momento já votaria nele", explica, acrescentando que também gosta do tema apresentado por NBC.

Antes do Festival da Canção, Matay chegou ao grande público ao cantar com Dengaz no tema "Dizer Que Não". Mas a música sempre fez parte da vida do artista: "A música está na minha vida desde sempre. Eu comecei a cantar em casa, a minha mãe e os meus irmãos mais velhos também cantavam em casa. Venho de uma família com dez irmãos, com muita gente em casa. Sempre foi uma animação, com o pessoal a cantar e a dançar. E é isto. A minha mãe, lembro-me, cantava o "Greatest Love Of All", a Whitney Houston fazia parte das nossas tardes; O 'Don't Cry for Me Argentina', da Madonna. Aí foi logo plantada a semente para tudo o que está a acontecer agora. Entretanto, surgiu o gospel e foi quando a música se tornou um pouco mais profissional. Depois do gospel, veio o single 'Dizer que Não', com o Dengaz... e a consolidação foi com o tema 'O que Tu Dás'".

Ao SAPO Mag, Matay revela que está a preparar um novo EP, que deverá sair depois do Festival da Canção. "Estou a preparar um EP, estou já no final. A seguir ao festival vou lançar o EP (...) Não vou fugir à minha origem musical, que é o gospel. Estejam atentos", conta.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.