A programação surge no âmbito do projeto de cooperação internacional More Than This, centrado nas artes performativas contemporâneas e no espaço mediterrânico, tendo o Short Theatre e o Festival Materiais Diversos optado este ano por “uma das dimensões mais inovadoras do projeto — o ‘deslocamento de festivais’, que questiona não apenas a mobilidade dos artistas, mas das próprias organizações culturais”, afirma uma nota da MD.

Na sua 15.ª edição, o Short Theatre acolhe o festival português Materiais Diversos, que, “com todas as variáveis decorrentes da pandemia”, se apresenta com Tiago Cadete, Volmir Cordeiro, David Marques e Catarina Miranda e promove uma discussão sobre “deslocamento dos festivais”, com a curadoria do investigador e curador Simone Frangi, acrescenta a associação.

No dia 09 de setembro, às 16:30 e às 19:30, Tiago Cadete apresenta a performance itinerante “Fiume”, uma “visita guiada ficcional que cruza as histórias do rio Tibre e do rio Tejo”, num “percurso nas margens do rio onde o som e as palavras escutadas através de auscultadores, alteram a perceção da caminhada”.

No dia seguinte, às 19:00, Volmir Cordeiro apresenta “Rua”, espetáculo que criou em 2015 e que conta com Washington Timbó na percussão.

Ainda a 10 de setembro, às 22:15, David Marques “Dança sem vergonha”, uma “dança-sensação”, que “é imediata e refletida, simples e complexa, referencial e 'naif', abstrata e simbólica, séria e divertida, íntima e partilhada, técnica e despreparada", afirma a nota da MD.

Catarina Miranda apresenta, no dia 11, às 21:00, “Dream is the Dreamer”, um projeto associado da Materiais Diversos, em que, “num exercício de palco para um performer e três sacos de plástico”, são “colocadas em relação e evidência” as “dimensões monstruosas e humanas de um corpo-pele-carne”.

A Materiais Diversos é uma associação cultural sem fins lucrativos criada em 2003 para "promover a criação e investigação artísticas e sensibilizar diferentes públicos para as artes performativas, em especial a dança, mas também o teatro e a música".

A MD, estrutura profissional independente financiada pelo Ministério da Cultura/Direção-Geral das Artes, integra a REDE – Associação de Estruturas para a Dança Contemporânea, o projeto de cooperação internacional More Than This e a rede informal BeMyGuest - Network for Emerging Practices.

Em 2017 e 2019, o Festival Materiais Diversos recebeu o selo EFFE da European Festivals Association / Comissão Europeia, como reconhecimento da sua qualidade artística e pertinência, acrescenta a nota.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.