"Aos 74 anos e após uma longa doença, morreu na manhã de hoje (quarta-feira)", afirmou, em comunicado, a autarquia de Lebrija, na região da Andaluzia, despedindo-se de "um dos seus filhos preferidos".

Contemporâneo de dois mestres como o violonista Paco de Lucía e do cantor Camarón de la Isla, "El Lebrijano" também foi protagonista do impulso renovador do flamenco no último quarto do século XX, explorando as suas raízes árabes e colaborando com orquestras sinfônicas.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.