Seguindo o conselho dos médicos,  Neil Diamond, que faz 77 anos esta quarta-feira, dia 24 de janeiro, cancelou os concertos de março na Austrália e Nova Zelândia. Os espectáculos faziam parte da digressão mundial dos 50 anos do seu primeiro álbum.

"O lendário cantor e compositor Neil Diamond anunciou hoje [terça-feira] a sua retirada das digressões devido ao seu recente diagnóstico da doença de Parkinson", explica o comunicado partilhado no seu site oficial. O músico sublinha ainda que pretende "continuar a escrever, a gravar e a  realizar outros projetos por muito tempo".

"É com grande tristeza que anuncio o fim da digressão e dos concertos. Sinto-me muito honrado por ter realizado espetáculos nos últimos 50 anos", acrescentou cantor nascido no Brooklyn.

No comunicado, o músico também agradeceu aos seus fãs: "Esta viagem foi tão boa, tão boa, tão boa graças a vocês", afirmou, aludindo à letra "This ride has been 'so good, so good, so good' thanks to you" da sua canção "Sweet Caroline".

Neil Diamond, que deixou a Universidade de Nova Iorque para escrever canções para estrelas da música como o grupo The Monkees, da série de televisão, tornou-se mundialmente conhecido no final dos anos 1960.

Do folk, passou para um rock mais provocativo, mas Diamond conquistou uma base de fãs com temas mais suaves evocando o pop clássico.

Integrado ao Hall da Fama do Rock and Roll, Diamond será novamente homenageado no próximo domingo, dia 28 de janeiro, com um prémio de carreira na cerimónia dos Grammys.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.