O thriller "mais vendido em Israel nos últimos anos", da autoria de um ex-espião do Estado judaico, foi distinguido, em outubro do ano passado, com o prémio da Crime Writers Association International Dagger.

A obra "está a ser adaptada para uma série de televisão, pela produtora Keshet International", adianta a chancela do Grupo LeYa, que garante ter Dov Alfon posto no papel tudo o que aprendera nos serviços de segurança israelita. A Lua de Papel define a obra como um "romance brutalmente realista" que "revela o verdadeiro mundo da espionagem atual".

Dov Alfon dirigiu o jornal Haaretz e serviu na Unidade 8200, das Forças de Defesa de Israel. Alfon reside em Paris e é presidente executivo da Storyvid.io, uma organização sem fins lucrativos, que fundou juntamente com o escritor Etgar Keret, com o objetivo de aproximar a literatura dos novos media.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.