A convite do diretor artístico do teatro nacional, Tiago Rodrigues, o encenador francês Pascal Rambert criou a peça "Teatro", uma ficção sobre a preparação e o ensaio de uma peça de teatro e que está embebida na realidade portuguesa, porque a criação partiu de um encontro com atores portugueses.

"Teatro" é protagonizado por Beatriz Batarda, Rui Mendes, Cirila Bossuet, João Grosso e Lúcia Maria, além de um elenco infantil com Ásia Borralho Galante, Maria Abreu e Sara Barbosa. As cenas desenrolam-se num palco descarnado e com parcos adereços, concentrando atenções na interpretação, quase sempre tensa, dos atores.

"Escrevo para atores. Comecei a trabalhar no texto há um ano, mas não tinha ideias pré-concebidas. O meu trabalho é chegar aqui a Portugal ou Espanha, Japão, América, México, Moscovo, vejo atores e começo a escrever para eles", explicou Pascal Rambert aos jornalistas, no final de um ensaio de imprensa.

Tiago Rodrigues sugeriu-lhe uma série de atores portugueses e o encenador francês, depois de uma curta conversa com eles - "não quero saber nada sobre a vida deles", esclareceu -, desenhou a história de "Teatro".

"É a história do meu trabalho; gastamos horas neste tipo de edifícios [salas de teatro] em todo o planeta e falando do que existe entre as pessoas. O teatro reúne tudo o que existe na vida, paixão, tristeza", explicou.

Pascal Rambert, 56 anos, autor, encenador, coreógrafo, realizador, estreia-se a escrever para atores portugueses, mas esta será a segunda vez, este ano, que apresenta uma peça em Portugal, depois de "Atriz" ter integrado o Festival de Teatro de Almada.

Depois de Lisboa, onde estará em cena até ao dia 14 de outubro, "Teatro" terá um ciclo de apresentações no Teatro Nacional São João, no Porto, de 18 a 28 de outubro, e possivelmente deverá seguir para digressão internacional, disse.

Distinguido em 2016 com o Grande Prémio da Academia Francesa pelo conjunto da obra, Pascal Rambert dirigiu durante uma década o TG2 - Théâtre de Gennevilliers, e grande parte da obra dramatúrgia está publicada em livro. O mesmo acontece com "Teatro", que acaba de ser publicado numa edição do teatro nacional com os Artistas Unidos.

A estreia de "Teatro" acontece num contexto de arranque da nova temporada do Teatro Nacional D. Maria II, com dois dias de programação - sábado e domingo - de entrada gratuita.

Além de "Teatro", no sábado o programa incluirá também a estreia de "À espera de Godot", encenação do texto de Samuel Beckett por David Pereira Bastos, e um concerto dos Clã, na varanda do teatro.

“Um espetáculo para os meus filhos”, uma criação de Carlos Marques, Rita Abreu, Isabel Aboim Inglez e Rui Pina Coelho, destinada aos mais novos, uma feira do livro e visitas guiadas à exposição sobre Amélia Rey Colaço são outras propostas gratuitas deste fim-de-semana de arranque de temporada.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.