A pianista de 21 anos conquistou o júri do concurso, que decorreu em formato online e presencial devido às medidas de contenção da COVID-19, ao apresentar uma prova de 32 minutos com três peças de Ludwing van Beethoven, tendo sido acompanhada pela Orquestra Filarmónica Portuguesa.

Quanlin Wang competiu com Antonii Baryshevskyi e Maria Narodytska, da Ucrânia, tendo conquistado os votos de um júri composto por especialistas nacionais e internacionais, como Álvaro Teixeira Lopes, Albert Mamriev (Israel), Arminda Odete Barosa (Portugal), Giuliano Adorno (Itália), Milana Chernyavska (Alemanha), Olivier Moulin (França), Svetlana Eganian (Rússia) e Yaron Kohlberg (Estados Unidos.

Quanlin Wang começou a ter aulas de piano aos quatro anos e, em 2010, iniciou os estudos profissionais na Escola Primária do Conservatório Central de Música de Pequim. Desde 2017 que está na Hochschule für Musik, Theater und Medien (Escola Superior de Música, Teatro e Media), de Hannover, na Alemanha.

Além da vitória de hoje, a jovem conquistou o primeiro prémio no Concurso Internacional de Piano Kaufmann, em Nova Iorque, e o segundo prémio do Concurso Solo Piano do Festival Internacional de Música de Pequim.

Já tocou em palcos da China, Alemanha, Itália, EUA, Austrália, Roménia, entre outros.

Além de um prémio monetário de 10 mil euros, Quanlin Wang vai poder editar um disco para a produtora KNS Classical, e participar em recitais e festivais de música, não só em Portugal, como também em França e Espanha.

Organizado pelo Curso de Música Silva Monteiro, o Concurso internacional de Santa Cecília reúne, anualmente, mais de 100 músicos, entre os cinco e os 32 anos, oriundos de todo o mundo.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.