Keith Flint, vocalista dos Prodigy, morreu na passada segunda-feira, dia 4 de março, aos 49 anos. O cantor foi encontrado morto na sua casa. Na rede social da banda, Liam Howlett revelou que o músico pôs fim à sua própria vida.

Ao Jornal de Notícias (JN), a organização do festival de EDP Vilar de Mouros revelou que os Prodigy iram ser uma das bandas cabeça de cartaz da edição deste ano. Após a notícia da morte do vocalista, a contratação não avançou.

A organização explica ainda que as negociações com a banda estavam a decorrer há vários meses e que deveriam ser fechadas esta semana. Ao JN, Diogo Marques, da empresa promotora Surprise & Expectation, frisou que a atuação estava "praticamente a atuação fechada": "Só não tínhamos o contrato assinado. Estávamos em negociações há vários meses, eles já tinham dado o ok mas como tinham uma digressão não se queriam comprometer com datas. E, entretanto, iam precisamente esta semana dizer-nos em qual das datas preferiam atuar".

 "Seriam um dos nossos cabeças de cartaz, mas agora já não vêm, como é óbvio. Estamos desde manhã [de segunda-feira] a tratar de outras opções. Fomos apanhados completamente de surpresa, como toda a gente", acrescentou.

O festival EDP Vilar de Mouros realiza-se de 22 a 24 de agosto. Manic Street Preachers, Killing Joke, Nitzer Ebb, Prophets of Rage, Skunk Anansie, Gogol Bordello, The Wedding Present, Clan of Xymox, Anna Calvi, Fischer-Z e Linda Martini são as primeiras confirmações para a edição deste ano.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.