Os BRIT Awards, prémios da música pop britânica, decorreram na noite desta terça-feira, dia 11 de maio, e contaram com audiência de quatro mil espectadores. A cerimónia fez parte dos eventos-teste programados pelo governo britânico para autorizar grandes festivais e concertos no Reino Unido.

A noite foi dominada pelas mulheres, que conquistaram os principais galardões - à 41ª edição, os BRIT Awards tiveram pela primeira vez o domínio das mulheres na categoria Álbum do Ano. Celeste e Arlo Parks estavam na corrida, mas foi Dua Lipa a conquistar o troféu mais cobiçado da premiação.

Dua Lipa venceu ainda na categoria de Melhor Artista Feminina Britânica. Já J Hus venceu o prémio de Melhor Artista Masculino Britânico.

Juntamente com a cantora britânica, Taylor Swift foi também uma das estrelas da noite - ainda antes da cerimónia, a organização anunciou que a artista iria receber o galardão de Ícone Global 2021 nos BRIT Awards. A estrela norte-americana tornou-se, assim, a primeira mulher e na primeira artista não britânica a receber o prémio especial, considerado o mais importante troféu da indústria musical do Reino Unido.

Na gala, o prémio foi entregue por Maisie Williams, atriz conhecida por interpretar Arya Stark em "A Guerra dos Tronos", da HBO. "'A Guerra dos Tronos' é a minha vida. Queria abraçar-te... mas temos de estar distantes", começou por gracejar Taylor Swift, agradecendo à organização pelo prémio. "Estou muito orgulhosa por pertencer a esta comunidade musical", rematou.

As Little Mix também fizeram história na cerimónia, tornando-se a primeira girlband a vencer o BRIT Award de Melhor Grupo Britânico. O grupo derrotou os Bicep, Biffy Clyro, The 1975 e Young T & Bugsey.

“Vimos o domínio masculino, misoginia, sexismo e falta de diversidade. Estamos orgulhosas de termos continuado juntas, cercadas por mulheres fortes e a usar nossas vozes mais que nunca", frisaram as artistas.

Já Arlo Parks foi a primeira cantora a subir a palco para receber o prémio de Artista Revelação. Bicep, Celeste, Joel Corry e Young T & Bugsey também estavam nomeados ao galardão.

O prémio da categoria internacional de Melhor Artista foi entregue a Billie Eilish. Cardi B, Miley Cyrus, Taylor Swift e Ariana Grande também estavam nomeadas. Já The Weeknd venceu a estatueta de Melhor Artista Masculino Internacional - o vencedor da categoria foi anunciado por Michelle Obama.

Harry Styles também não saiu de mãos a abanar da cerimónia. O cantor venceu o prémio de Melhor Single Britânico pela canção "Watermelon Sugar".

Na cerimónia, os vencedores da noite foram ainda desafiados a entregar um versão miniatura do prémio a outros artistas ou personalidades que se destacaram no último ano.

As atuações da cerimónia... sem distanciamento e sem máscaras

Elton John juntou-se a Olly Alexander,

Os Coldplay tiveram a missão de abrir a cerimónia dos BRIT Awards. A partir de um palco instalado no rio Tamissa, a banda de Chris Martin apresentou o single "Higher Power", acompanhada por hologramas e uma sessão de fogo de artifício e fumos coloridos.

Já a partir das estação Charing Cros, em Londres, Dua Lipa apanhou o metro em direção à The O2 Arena ao som de "Physical". Já no palco, a artista fez um medley com os seus principais sucessos, como "Don't Start Now".

"O primeiro evento ao vivo na The O2 Arena. (...) Temos público, temos dança",  lembrou Jack Whitehall no arranque da cerimónia, lembrando que os quatro mil convidados foram testados antes da cerimónia - os espectadores mostraram um teste negativo na entrada e terão de realizar um novo exame após o evento. O público, no entanto, não precisou de seguir as normas de distanciamento, nem usar máscaras.

Depois de serem anunciados os primeiros vencedores, Olivia Rodrigo subiu a palco para apresentar "drivers license", o primeiro single da carreira. Em palco, a jovem artista carimbou uma das atuações mais aplaudidas da noite.

Rodeada por um gigantesco jardim, Arlo Parks, vencedora do galardão de Artista Revelação, apresentou o seu single de maior sucesso ("Hope").

Já o momento mais esperado da noite chegou a meio da cerimónia. Em palco, Elton John juntou-se a Olly Alexander, protagonista da série "It's a Sin", da HBO, e vocalista dos Years and Years, para uma uma atuação especial ao som de "It's a Sin", popular tema dos Pet Shop Boys. Nas redes sociais, a atuação foi uma das comentadas e elogiadas.

Sem pausas, foi exibida uma atuação gravada por The Weeknd do tema "Save Your Tears". Seguiu-se a atuação de Griff, jovem promessa da música.

Já a atuação final ficou a cargo de Pink e de Rag'n'Bone Man.

NOMEADOS:

MELHOR ÁLBUM BRITÂNICO
Arlo Parks - "Collapsed In Sunbeams"
Celeste - "Not Your Muse"
Dua Lipa - "Future Nostalgia" - VENCEDORA
J Hus - "Big Conspiracy"
Jessie Ware - "What's Your Pleasure?"

MELHOR SINGLE BRITÂNICO
Joel Corry ft MNEK - 'Head & Heart'
Nathan Dawe ft KSI - 'Lighter'
Regard & Raye - 'Secrets'
Simba ft DTG - 'Rover'
Young T & Bugsey (com Headie One) - 'Don't Rush'
220 Kid and Gracey - 'Don't Need Love'
Aitch and AJ Tracey (com Tay Keith) - 'Rain'
Dua Lipa - 'Physical'
Harry Styles - 'Watermelon Sugar' - VENCEDOR
Headie One, AJ Tracey and Stormzy - 'Ain't It Different'

MELHOR ARTISTA MASCULINO BRITÂNICO
AJ Tracey
Headie One
J Hus - VENCEDOR
Joel Curry
Yungblud

MELHOR ARTISTA FEMININA BRITÂNICA
Arlo Parks
Celeste
Dua Lipa - VENCEDORA
Jessie Ware
Lianne La Havas

MELHOR GRUPO BRITÂNICO
Bicep
Biffy Clyro
Little Mix - VENCEDORAS
The 1975
Young T & Bugsey

ARTISTA REVELAÇÃO
Arlo Parks - VENCEDORA
Bicep
Celeste
Joel Corry
Young T & Bugsey

MELHOR GRUPO INTERNACIONAL
BTS
Fontaines D.C.
Foo Fighters
Haim - VENCEDORAS
Run The Jewels

MELHOR ARTISTA FEMININA INTERNACIONAL
Ariana Grande
Billie Eilish - VENCEDORA
Cardi B
Miley Cyrus
Taylor Swift

MELHOR ARTISTA MASCULINO INTERNACIONAL
Bruce Springsteen
Burna Boy
Childish Gambino
Tame Impala
The Weeknd - VENCEDOR

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.