A cantora irlandesa Sinéad O’Connor tentou, aparentemente, cometer suicídio este domingo, 19 de novembro, depois de publicar uma mensagem na sua página de Facebook na qual conta que tomou uma "overdose".

No texto, que ainda não teve a autenticidade comprovada, a cantora expressa a dor por não ter nenhuma relação com a família devido a uma "horrível série de traições".

"Não há outra maneira para conseguir respeito. Não estou em casa, estou num hotel, em algum lugar da Irlanda, com outro nome", escreveu a cantora.

"Se não publicasse esta mensagem, os meus filhos e minha família nem sequer descobririam. Podia estar morta há semanas e eles não saberiam", completou.

Até ao momento, nenhum representante da cantora comentou a notícia. Fonte policial disse à AFP que a cantora foi "encontrada em segurança".

Devido a problemas de saúdo do filho, Sinéad O'Connor cancelou há alguns meses uma série de concertos.

No sábado, 28 de novembro, no Facebook, a cantora afirmou também que tinha terminado a sua ligação com a indústria musical. "A música acabou para mim. A música fez isto. Tornou-me invisível inclusive para os meus filhos. Matou a minha alma. Eu nunca vou voltar à música", revelou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.