"À Procura de Al Berto num Jardim de Agosto" é o nome dado pelo município de Sines, no distrito de Setúbal, ao conjunto de iniciativas que vai promover para celebrar a vida e obra de Alberto Raposo Pidwell Tavares, conhecido como poeta Al Berto, que, embora nascido em Coimbra em 1948, cresceu na cidade da costa alentejana e faleceu a 13 de junho de 1997.

"O Al Berto foi um dos poetas mais importantes da segunda metade do século XX e, obviamente, sendo uma pessoa que viveu grande parte da sua vida em Sines, a autarquia tinha que se associar a estas comemorações", disse hoje à agência Lusa o presidente do município, Nuno Mascarenhas.

Sendo uma figura "muito conhecida" em Sines, onde até "já tem uma escola com o seu nome", a autarquia entendeu fazer "uma homenagem mais intensa", procurando "envolver a população e outros atores" nas comemorações para chegar a diferentes públicos.

O apoio financeiro à produção de um filme realizado por Vicente Alves do Ó sobre a vida do poeta, cuja ante-estreia está prevista para junho na cidade alentejana, foi uma das formas de o município homenagear Al Berto, em conjunto com as restantes iniciativas que vão decorrer ao longo de 2017.

"Os eventos são no seu conjunto importantes para cada vez mais, não só as novas gerações, como também aqueles que tiveram a oportunidade, como eu, de conviver com o Al Berto, permitirem conhecer melhor este poeta e esta figura, que é uma das relevantes do século XX", destacou.

As comemorações começam no sábado, às 21:30, no Centro de Artes de Sines, com o recital de poesia "Jacarandá", por Pedro Lamares, acompanhado em palco pela harpista Ana Isabel Dias, adaptado de propósito para o evento com a obra de Al Berto, segundo adiantou à agência Lusa José Mouro, responsável pela programação que assinala a efeméride.

"O nome do projeto existe para vários espetáculos deles, mas foi adaptado para a poesia do Al Berto, vai ser centrado na obra" do poeta, disse.

Em fevereiro, há teatro, com a apresentação do monólogo "Luminoso Afogado", pela companhia de teatro Griot, que, após ter estreado no Teatro da Trindade, em Lisboa, vai subir ao palco em Sines no dia 10.

A partir de março, outra iniciativa, "A Cidade do Poeta" vai "inundar as ruas" de poemas de Al Berto, que vão ficar expostos nas montras de lojas, associações e outras entidades, como "forma de aproximar a obra das pessoas", explicou José Moura.

Um documentário do realizador Pedro Caldas, "que percorreu todos os locais por onde Al Berto andou, Bruxelas, Itália, França e, em Portugal, Lisboa e Sines", vai ser apresentado em abril, estando ainda em fase de realização outro filme documental, pelo Centro Cultural Emmérico Nunes, com testemunhos recolhidos de quem conviveu com o poeta.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.