"O Spotify interpôs uma queixa contra a Apple na Comissão Europeia, autoridade encarregada de fazer respeitar uma concorrência justa e não discriminatória", escreve o cofundador do Spotify, Daniel Ek, em comunicado.

"Nestes últimos anos, a Apple introduziu regras na aplicação Store que limitam intencionalmente a escolha e sufocam a inovação (...)", acrescentou a nota.

De acordo com o Spotify, a empresa norte-americana, proprietária do sistema operacional iOS e da App Store, impõe uma cobrança de direito de entrada nos seus serviços de 30%.

"Esta taxa obrigar-nos-ia a aumentar artificialmente o preço da nossa assinatura premium, muito acima da assinatura da Apple Music. Para manter preços competitivos não podemos nos permitir isso", acrescentou Ek.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.