O festival Super Rock, que começa na quinta-feira, em Lisboa, contará com artistas como Kendrick Lamar, The National, Iggy Pop e GNR, segundo destaques feitos à agência Lusa por Jwana Godinho, da organização.

Entre quinta-feira e sábado, cumpre-se a 22.ª edição do Super Bock Super Rock (SBSR), novamente repartido por quatro palcos, no Meo Arena e em redor do Meo Arena, no Parque das Nações, para uma audiência máxima de 20 mil pessoas. Os bilhetes para sábado já estão esgotados.

Para Jwana Godinho, o festival deverá ficar marcado, na quinta-feira, pelo "reencontro dos The National com o seu público português", na sexta-feira, pela presença desse "ícone" chamado Iggy Pop, e, no sábado, pelo regresso do 'rapper' Kendrick Lamar, "o mais criativo, mais consistente e mais intenso".

Pelo segundo ano, o festival acontece na zona oriental de Lisboa - renovada há duas décadas por causa da Expo'98 -, com concertos em quatro espaços: o Meo Arena, a sala adjacente, um palco junto às escadas e outro debaixo da pala do Pavilhão de Portugal.

Na quinta-feira, entre os 15 concertos marcados, com algumas sobreposições de horários, haverá The National e Disclosure no Meo Arena, Kurt Vile e Jamie XX, debaixo da pala do Pavilhão de Portugal, Riot (Buraka Som Sistema) e DJ Shadow, na Sala Carlsberg, e Benjamim e Samuel Úria, no palco Antena 3.

Esta é uma edição "que vai ao encontro das expectativas do público", como referiu a organização em junho, e terá, na sexta-feira, a atuação de Iggy Pop, que, aos 69 anos, editou o álbum "Post pop depression", e dos Massive Attack, que regressarão acompanhados do trio escocês Young Fathers.

Nesse dia, a presença portuguesa passará pela atuação de Moullinex - que voltará a atuar no sábado, num tributo a Prince -, Glockenwise ou Capitão Fausto.

Sábado ficará marcado pelo 'hip hop', com as presenças do trio De La Soul, históricos que editarão novo álbum no verão, Kendrick Lamar, com o elogiado álbum "To pimp a butterfly" (2015) e a coletânea "Untitled Unmastered" (2016).

Orelha Negra - de quem se espera um novo álbum -, Capicua, DJ Ride e Mike El Nite, todos portugueses, juntam-se à festa 'hip hop' de sábado.

Sobre este terceiro e último dia do SBSR, Jwana Godinho sublinhou uma atuação especial dos GNR, que vão tocar na íntegra o álbum "Psicopátria", que faz trinta anos e que foi "tão influente na carreira deles, mas consequentemente de tantas outras bandas".

Este ano, a organização fez ajustes no recinto, com uma nova orientação da entrada do festival e com o alargamento da zona de restauração para o Pontão das Tágides, uma língua de passeio junto ao rio, e debaixo da linha do teleférico.

A organização recomenda o uso de transportes públicos, nomeadamente metro e comboio, no acesso ao festival.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.