A estrela de Hollywood e sobrevivente da COVID-19 Tom Hanks escreveu uma carta de apoio a um miúdo australiano, que sofre "bullying" dos colegas por se chamar Corona, oferecendo-lhe ainda uma máquina de escrever com o mesmo nome.

O ator e a sua esposa, Rita Wilson, contraíram a doença em março e passaram duas semanas em recuperação num hospital de Queensland, na Austrália, antes de poderem regressar aos EUA.

Corona De Vries, de oito anos, escreveu a Tom Hanks uma carta a perguntar sobre sua saúde, informou a imprensa local.

"Ouvi nas notícias que o senhor e a sua esposa contraíram o coronavírus", escreveu o rapaz, perguntando se "eles estavam bem".

Depois, desabafou: "gosto muito do meu nome, mas, na escola as crianças chamam-me de coronavírus".

"Fico muito triste e com raiva por me chamarem assim", reconheceu.

Tom Hanks respondeu, encorajando-o numa mensagem escrita numa das máquinas de escrever da sua coleção que costuma levar nas suas viagens.

"A sua carta fez a minha esposa e eu sentimo-nos tão bem", escreveu, acrescentando no fim, numa referência ao seu filme "Toy Story": "você tem um amigo em mim".

Para confortá-lo, ofereceu-lhe uma máquina de escrever da marca Corona, que tinha levado para a Austrália e desabafara nas redes sociais, numa referência implícita ao facto de ter sido afetado pela COVID-19, que era "uma de que costumava gostar muito".

"Espero que goste desta máquina. Pergunte a uma pessoa adulta como funciona. E use-a para me voltar a escrever", sugeriu o ator.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.