“Tive algumas noites longas e algumas noites ótimas, dias maus e dias muitos bons. Passei de menino de coro a cantor de rock’n’roll, e agora escrevi um raio de um livro sobre isso...”, lê-se numa publicação partilhada na segunda-feira na conta oficial de Brian Johnson no Twitter.

A acompanhar aquelas palavras, o vocalista dos AC/DC, banda australiana fundada em 1973 pelos irmãos Angus e Malcolm Young, partilhou um vídeo de promoção do livro, com imagens de concertos e fora dos palcos, onde surgem palavras e expressões como “lenda do rock”, “artista” e “amante de adrenalina”.

O livro de memórias de Brian Johnson, editado pela Penguin a nível internacional, chega meses depois da edição do primeiro trabalho de inéditos dos AC/DC nos últimos seis anos, “PWR UP”, em novembro de 2020.

“The Lives of Brian”, já disponível em pré-venda em alguns sites, é o segundo livro de Brian Johnson, de 73 anos.

Em 2011, o músico editou o livro de memórias “Rockers and Rollers: A Full-Throttle Memoir”, no qual escreveu acerca da sua paixão por carros e desportos motorizados.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.