Winnie the Pooh é talvez o urso mais adorado do mundo dos desenhos animados. Mas o urso original que inspirou a personagem dos desenhos animados era na verdade uma fêmea. Quem o revela é Lindsay Mattick, bisneta do tenente Harry Colebourn, um veterinário que comprou Winnie para o filho, durante a Primeira Guerra Mundial.

No livro "Finding Winnie", Mattick conta que o tenente Colebourn pagou apenas 19 euros pelo urso preto que se tornou a mascote não-oficial do regimento. Porém, quando se mudou para França, o tenente decidiu deixar Winnie no Jardim Zoológico de Londres.

No zoo, Winnie era constantemente visitado por Christopher Robin, o melhor amigo da personagem dos desenhos animados. O pai do jovem rapaz era nem mais nada menos do que A. A. Milne, o criador das histórias de Winnie the Pooh.

Além de Lindsay Mattick revelar que o urso mais famoso do mundo era uma ela, a autora conta que o nome do urso era um tributo à cidade de Winnipeg (Canadá).

Toda a história sobre Winnie é contada no livro “Finding Winnie” de Lindsay Mattick que já se encontra à venda.

Winnie the Pooh

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.