No arranque da emissão de "Jornal das 8" do dia 13 de abril, foi emitida uma reportagem sobre o número de infetados pela COVID-19 no norte de Portugal. "População menos educada, mais pobre, envelhecida e concentrada em lares" foram alguns dos motivos apontados para a concentração de casos do novo coronavírus. Nas redes sociais, o oráculo de texto que referia os dados rapidamente gerou polémica, levando a TVI a fazer um pedido de desculpas.

Na rubrica "Tubo De Ensaio", da TSF , Bruno Nogueira analisou a reportagem do canal. "Então, a TVI meteu a pata na poça, o que é que se passou? O que se passou é simples: a TVI legendou uma notícia sobre o coronavírus com a seguinte frase: 'COVID-19, o norte de Portugal mais castigado' e a justificação era 'população menos educada, mais pobre, envelhecida e concentrada em lares'. Que maravilha. Muito feliz, a expressão 'menos educada'", começou por contar.

"Menos educado é o tipo responsável por aquele rodapé", frisou o humorista. "Se o Norte tem a população mais envelhecida, deve ser porque estão a fazer qualquer coisa bem, porque duram mais tempo. As pessoas do Norte são conhecidas por saber receber, mas eu, se fosse à TVI, agora durante uns tempos, evitava pôr lá os pés", aconselhou.

"O Sérgio Figueiredo foi noticiário pedir desculpa, mas acho que não chega. Eu acho que era castigá-lo e obrigá-lo a ver o programa com o Cláudio Ramos, ou quase toda a programação da TVI", gracejou o humorista.

"A TVI não está em posição de falar em gente menos educada e depois fazer o 'Big Brother' e aqueles programas de futebol com um gordo aos berros", acrescentou o humorista na rubrica "Tubo de Ensaio".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.