Os irmãos Duffer, criadores de "Stranger Things", foram acusados de agressão verbal contra mulheres durante as gravações da série. Em sua defesa, a dupla frisou ter ficado "profundamente triste" por saber que alguém se sentiu mal durante a rodagem.

A acusação aos irmãos Duffer partiu de Peyton Brown, que trabalhou na produção da série. "Dois homens em posição de poder abusaram verbalmente de várias mulheres naquele set", contou.

A antiga colaboradora da série deixou ainda uma mensagem no Instagram.

“Devido à natureza de stress durante a produção, o temperamento pode sair do controlo e, por isso, pedimos desculpas. Contudo, acreditamos ser importante não descaracterizar o nosso set, onde acreditamos firmemente em tratar todos de maneira justa independente de género, orientação, raça, religião ou qualquer outra coisa. Estamos totalmente comprometidos em providenciar um espaço de trabalho colaborativo e seguro para todos nas nossas produções", sublinharam os irmãos Duffer, segundo o site Deadline.

A Netflix também já reagiu à polémica, revelando que realizou investigações. "Ter um ambiente de trabalho seguro e respeitoso é importante para nós e sabemos que também o é para os Irmãos Duffer, disse o serviço de streaming, acrescentando que não encontrou provas de discriminação.

Newsletter

Os melhores filmes, as séries mais populares e a música que tem mesmo de ouvir. Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.