A TVI anunciou esta quarta-feira, dia 23 de agosto, que o canal da Media Capital e a apresentadora Cristina Ferreira acordaram em não renovar o contrato de prestação de serviços com a profissional, que está em vigor até 30 de novembro deste ano.

Em comunicado, a TVI informa que a estação de Queluz e Cristina Ferreira acordaram "em não renovar o contrato de prestação de serviços da apresentadora que está em vigor até 30 de novembro de 2018".

Segundo o Correio da Manhã, a apresentadora vai receber um salário de 80 mil euros por mês, o que equivale a perto de um milhão de euros por ano. Na TVI, Cristina Ferreira recebia cerca de 60 mil euros.

A apresentadora irá deixar o canal de Queluz de Baixo com efeitos imediatos, mas não irá apresentar qualquer programa na SIC até ao final de novembro.  A TVI e Cristina Ferreira  "encontram-se atualmente a negociar os termos aplicáveis à cessação da relação contratual vigente e, bem assim, do vínculo laboral existente", prossegue a TVI.

"Após 16 anos, ambas as partes entendem estar na altura de dar início a um novo rumo e a novos projetos empresariais e profissionais, pondo um ponto final neste caminho comum. A TVI destaca o profissionalismo e competência que a apresentadora e diretora de conteúdos não informativos sempre votou no exercício das suas funções na TVI, a televisão líder em Portugal", conclui o canal da Media Capital.

"A Cristina anunciou há cerca de duas semanas que estava de saída. A TVI não ficou contente mas também não avançou com nenhuma contraproposta”, avançou ainda uma fonte ao Correio da Manhã.

Segundo o Observador, Cristina Ferreira vai ainda ocupar o cargo de consultora executiva da direção-geral de entretenimento do Grupo Impresa, liderada por Daniel Oliveira desde junho.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.