No primeiro trailer da série documental "Dancing with the Devil", Demi Lovato revela que teve três acidentes vasculares cerebrais (AVC) e um ataque cardíaco em 2018, quando foi internada com overdose.

"Tive três AVC, tive um ataque cardíaco. Os médicos disseram que eu tinha mais cinco a dez minutos [de vida]", recorda a artista norte-americana de 28 anos no vídeo publicado esta quarta-feira, dia 18 de fevereiro. "Tive muitas vidas, como o meu gato. Agora estou na sétima, pronta a voltar a fazer o que amo, que é música", frisa no teaser da produção que se estreia a 23 de março no Youtube.

Veja o trailer:

"Dancing with the Devil" contará com a participação da sua família próxima, assim como de Elton John e Christina Aguilera. "Nos últimos dois anos, ouvi muitas histórias sobre a minha vida e o que as pessoas pensam que aconteceu. Eu quero esclarecer o que se passou e revelar tudo aos meus fãs", frisou a artista na conferência de imprensa de apresentação da série documental.

"Fiquei com danos cerebrais e ainda sinto os efeitos disso", revelou ainda a artista.

Em 2018, semanas depois de apresentar pela primeira vez ao vivo, no Rock in Rio Lisboa, o tema "Sober", sobre uma recaída depois de seis anos de sobriedade, Demi Lovato foi encontrada inconsciente na sua casa.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.