Os comentários de Quintino Aires no programa "Você na TV" de 27 de julho geraram uma onde contestação nas redes sociais, levando à criação de uma petição pública online. No talk show da TVI, durante a rubrica "Crónica Criminal", os convidados analisaram a notícia de um grupo que, alegadamente, agrediu bombeiros de Campo Maior.

Depois da explicação em direto do local do incidente, Quintino Aires comentou a notícia. "A etnia cigana não está integrada em Portugal, não respeita as normas do país onde vive: invadem as escolas, invadem os hospitais. Não respeitam regra absolutamente nenhuma e, para viverem em Portugal (naturalmente são portugueses) têm de respeitar as regras como eu", começou por frisar o comentador da TVI.

"A maioria vive dos subsídios ou trafica droga ou não trabalha", disse ainda o psicólogo, depois de Manuel Luís Goucha contestar as afirmações que considerou "generalizações".

Quintino Aires sublinhou ainda que há vários elementos da comunidade cigana que são "grandes trabalhadores". "Temos o Ricardo Quaresma, responsável por trabalhar por aí fora. Mas não é porque meia dúzia trabalha que temos a generalização", defendeu.

Os comentários não foram bem aceites nas redes sociais e o grupo Iniciativa Cigana partilhou uma petição online. Os subscritores acusam Quintino Aires de proferir "declarações ultrajantes e mentirosas baseadas somente no seu preconceito".

"Todas as declarações de Quintino Aires são uma vergonha que deveria envergonhar o programa 'Você na TV' e ao canal TVI", frisam os peticionários na página no Facebook.

A petição online soma já mais de 600 assinaturas. O grupo também já apresentou queixa à Comissão pela Igualdade e Contra a Discriminação Racial e à Entidade Reguladora da Comunicação.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.