"Barron [Trump] será o primeiro atirador com aulas em casa neste país". Este foi o comentário sobre o filho do presidente dos Estados Unidos que Kate Rich, uma das guionistas do programa "Saturday Night Live", fez no Twitter e que lhe valeu uma suspensão do programa.

Rich, que trabalhava no "SNL" desde 2013, acabou por apagar o tweet depois de receber inúmeras criticas dos seus seguidores, sendo acusada de fazer bullying. Depois da polémica, a produção do programa decidiu suspender a guionista.

A filha de Bill e Hillary Clinton, Chelsea Clinton, também comentou o tweet polémico na rede social. "Barron Trump merece a oportunidade que qualquer outra criança merece - de ser criança. Defender todas as crianças também significa fazer oposição às medidas do presidente dos Estados Unidos que prejudiquem as crianças", frisou Chelsea.

Esta segunda-feira, 23 de janeiro, Kate Rich pediu desculpa pelo comentário "insensível" nas redes sociais. "Foi indesculpável", frisou no Twitter.

Barron Trump Barron Trump

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.