Uma providência cautelar travou a emissão de reportagem da TVI sobre uma agência de modelos infantis. A peça da autoria de Alexandra Borges iria para o ar esta terça-feira, dia 26 de março.

No "Jornal da Uma", da TVI, a jornalista avançou que os advogados do canal estão reunidos a analisar a providência cautelar. A estação de Queluz de Baixo frisa ainda que não foi ouvida pelo tribunal.

Segundo o canal, a reportagem centra-se em agências de modelos e atores que tentam recrutar e vender sonhos a jovens. "A agência de modelos infantis tem estado a enganar os pais e filhos. A direção da TVI tem estado reunida com os advogados para perceber como se pode avançar com esta denúncia, evitando qualquer condicionamento ao direito à informação", avançou a pivot do "Jornal da Uma".

"Acho que o visado nesta reportagem, que tem estas agências, está a todo o custo a tentar que não façamos a denúncia... o que não vai acontecer. Esta providência cautelar, para a qual  TVI não foi ouvida, é uma tentativa de condicionar o nosso trabalho, o que não vai acontecer", frisou Alexandra Borges.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.