A série «Dallas» regressou em força aos lares norte-americanos, tal como comprovam os números das audiências, os quais adiantam que 6,86 milhões de pessoas assistiram à estreia da nova versão do clássico dos anos 70/90 no canal por cabo TNT.

A audiência do episódio de estreia, que teve duas horas de duração, superou todos os programas do horário desse dia, 13 de junho, de acordo com o canal TNT, que não contabilizou os acessos através de sites.

O crítico da revista «Entertainment Weekly», Ken Tucker, classificou o episódio como «um exemplo raro de uma bem realizada atualização de um clássico da televisão». Já Tim Goodman, do The «Hollywood Reporter», não gostou da obra, considerando que «Dallas» não deveria ter sido produzido na atualidade.

Vinte anos depois de conquistar os amantes dos acertos de contas e intrigas no contexto do rico mundo dos poços de petróleo do Texas, «Dallas» e a família Ewing regressaram à televisão e trouxeram de volta os inesquecíveis J.R., Bobby e Sue Ellen.

O canal TNT, que decidiu apostar novamente nesta série de sucesso, brilhou nas noites da televisão americana de 1978 a 1991.

A rivalidade e a luta pelo poder numa dinastia de magnatas do petróleo continua a ser o coração de «Dallas». Ao ódio da geração mais velha são agora acrescentados os acertos de novas contas.

Se a presença dos antigos atores deve atrair os nostálgicos dos anos 1980, os novos estão destinados a brilhar na televisão americana.

John Ross Ewing Jr. - tão maquiavélico, perverso e ambicioso como o seu pai - é interpretado por Josh Henderson, enquanto o filho adotivo de Bobby e Pamela, Christopher, é encarnado por Jesse Metcalfe.

Os fãs de «Desperate Housewives» («Donas de Casa Desesperadas») vão reconhecer os seus ídolos. O primeiro interpretava o sobrinho de Edie Britt (Nicollette Sheridan), enquanto o segundo era o atraente jardineiro e amante de Gabrielle (Eva Longoria).

Os argumentistas quiseram dar uma namorada a Christopher, Rebecca Sutter (Julie Gonzolo), enquanto o papel do alpinista social disposto a qualquer coisa é interpretado por Elena Ramos (Jordana Brewster), filha do antigo chefe de cozinha dos Ewing.

@SAPO com AFP

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.