A ILGA Portugal - Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero vai apresentar queixa na Entidade Reguladora da Comunicação (ERC) contra a comentadora Manuela Moura Guedes. Em causa estão as declarações polémicas da comentadora na passada segunda-feira, dia 18 de março, no seu espaço de comentário no "Jornal da Noite", da SIC.

Ao Expresso, a autora da rubrica "A Procuradora", frisou que tem direto à sua opinião: "Tenho direito à minha opinião. É surpreendente que uma associação como a ILGA, que defende a liberdade de orientação sexual, não defenda a liberdade de expressão".

ILGA apresenta queixa na ERC contra Manuela Moura Guedes depois de declarações polémicas no "Jornal da noite"
ILGA apresenta queixa na ERC contra Manuela Moura Guedes depois de declarações polémicas no "Jornal da noite"
Ver artigo

Para a associação, a jornalista promoveu "desinformação" na forma como se referiu às pessoas intersexo e à ação de formação dada por uma associação LGBTI numa escola do Barreiro. "A propósito das declarações proferidas ontem na rubrica ‘A Procuradora’ no Jornal da Noite da SIC, a ILGA Portugal informa que irá apresentar uma queixa junto da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Tendo em conta a gravidade das mesmas, será solicitado o direito de resposta e esperamos também um pedido de desculpas público da parte deste canal televisivo, dirigido a todas as pessoas LGBTI e às suas famílias", avança em comunicado.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.