Hartley Sawyer foi despedido da série "The Flash" devido a comentários considerados racistas, machistas e homofóbicos, segundo o The Hollywood Reporter. Em comunicado, o canal CW, as produtoras Warner Bros. TV e Berlanti Production e o produtor-executivo Eric Wallace confirmaram que o ator não irá participar na sétima temporada.

"Em relação às publicações de Sawyer na rede social [Twitter], não toleramos comentários depreciativos para com qualquer raça, etnia, nacionalidade, género ou orientação sexual. Tais comentários não são éticos para os nossos valores e políticas, que se esforçam e evoluem para promover um ambiente seguro, inclusivo e produtivo para a nossa força de trabalho", pode ler-se na nota publicada.

Apesar de ter apagado os comentários da sua conta no Twitter, as publicações foram replicadas nas redes sociais. Segundo a imprensa norte-americana, o ator, que vestia a pele de Ralph Dibny (Homem Elástico), escreveu os tweets antes de se juntar ao elenco da série do canal norte-americano CW.

"A única coisa que me impede de fazer tweets levemente racistas é saber que o Al Shaprton nunca iria parar de reclamar", escreveu o ator em uma das publicações, por exemplo.

No passado dia 30 de maio, Hartley Sawyer partilhou um pedido desculpas  na sua conta no Instagram. "As minhas palavras, se tinha a intenção de fazer humor é irrelevante, foram agressivas e inaceitáveis. Tenho vergonha de ter sido capaz destas tentativas horríveis para ter atenção. Arrependo-me profundamente", frisou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.