"Tiger King: Morte, Caos e Loucura" é o mais recente fenómeno mundial da Netflix - nos primeiros dias de abril, a minissérie tem ocupado lugares cimeiros do top diário do serviço de streaming em Portugal.

A produção estreou a 20 de março na plataforma e tem estado em destaque nas redes sociais, alimentado muitas teorias. Esta semana, segundo Jeff Lowe, um dos donos do zoológico que participou na produção, a Netflix vai partilhar um novo episódio da série.

"Nesta história verídica e homicida sobre o submundo da criação de felinos, as coisas descontrolam-se entre o proprietário de um zoo e diversas personalidades excêntricas", avança o serviço de streaming na sinopse da produção.

VEJA O TRAILER:

"No mundo dos donos de grandes felinos, povoado por excêntricos e personalidades de culto, poucos se destacam como Joe Exotic, um polígamo de aspeto caricato, amante de armas e de música country, que dirige um zoológico de beira de estrada em Oklahoma", acrescenta a Netflix em comunicado.

Tiger King: Morte, Caos e Loucura

O "carismático e insensato Joe e um incrível rol de personagens", do qual constam traficantes de droga, vigaristas e líderes de seitas, partilham uma paixão por felinos e o estatuto e atenção que as suas perigosas coleções de animais selvagens lhes granjeiam. "Porém, a situação sofre uma reviravolta perturbadora quando Carole Baskin, uma defensora dos direitos dos animais e proprietária de um santuário para grandes felinos, ameaça fechar-lhes as portas", avança o serviço de streaming.

"A rivalidade que daí surge acaba por conduzir à detenção de Joe por assassínio encomendado e revela uma trama complexa em que a única coisa mais perigosa do que um grande felino é o seu dono", acrescenta a Netflix.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.