O canal, que será inspirado na Bloomberg TV, vai ter no primeiro ano de atividade "um investimento de 2,7 milhões de euros", disse o presidente executivo e 'project manager', João Botelho.

O projeto conta com o investimento de um grupo industrial do Norte e um parceiro financeiro, cujos nomes não foram revelados.

"Estamos a apontar [o arranque] para outubro", disse o responsável, salientando que a ideia surgiu depois do desaparecimento do Económico TV.

"Achamos que havia espaço" para um canal de economia, "muito parecido com a Bloomberg", adiantou o responsável.

O projeto tem uma parceria com a Universidade Autónoma de Lisboa (UAL), vai contar com 15 jornalistas, sendo que 10% deste total serão estudantes formados por aquela universidade.

Questionado sobre quem vai ser o diretor do canal, João Botelho disse que existe uma 'shortlist', mas não revelou os nomes.

O canal deverá ter uma comissão executiva composta por três elementos, entre os quais o presidente executivo, João Botelho.

Atualmente estão a decorrer negociações com os operadores Meo e NOS.

João Botelho explicou que o projeto do canal é "'low-cost' [baixo custo], sustentável e assente em parcerias".

Para o responsável, esta "é altura ideal" para lançar a TV Valor, porque a economia está na ordem do dia.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.