O concerto vai realizar-se a partir das 21h30, no grande auditório do Centro Nacional de Exposições (Cnema).

O assistente da direção artística do Santarém Cultura, Tiago Fernandes, disse à Lusa que a programação cultural para os próximos três meses em Santarém se associa a iniciativas como a 16.ª edição do Festival Internacional de Teatro e Artes para a Infância e Juventude (FITAIJ), de 5 a 10 de outubro, o Festival Nacional de Gastronomia, de 22 de outubro a 1 de novembro, o Festival Internacional de Órgão de Santarém, de 5 a 7 de novembro, bem como à atividade do Cineclube, no âmbito das parcerias e promoção dos agentes culturais locais.

Nos dias 8 e 9 de outubro, no Teatro Sá da Bandeira (TSB), Títeres de Maria Parrato (Espanha) apresenta o teatro de marionetas “No te asuste mi nombre”, no âmbito do FITAIJ, cabendo, no fim de semana seguinte, dias 15 (para as escolas) e 16 (para as famílias), a Leonor Keil apresentar, também no TSB, “Bianca Branca”, espetáculo de dança inspirado no conto “Bianca” de Fausto Gilberti, numa coprodução Maria Matos Teatro Municipal e Teatro Municipal do Porto.

No âmbito da parceria com o Festival Nacional de Gastronomia (FNG), organizado pela empresa municipal Viver Santarém, o Santarém Cultura, projeto cultural do município, vai assegurar a programação que animará o evento gastronómico, disse Tiago Fernandes.

Assim, a 22 de outubro, na Casa do Campino, atuarão os Black Mamba, estando agendado, para dia 23, o concerto dos Tágua Tágua, para dia 29, o espetáculo de teatro “Fogo Lento”, de Constanza Givone, resultante da “vontade de investigar as camadas de histórias dos hábitos culinários do dia-a-dia”.

No dia 30, atuará Bárbara Tinoco e, para o dia seguinte, véspera do encerramento do FNG, está agendado o concerto de Jéssica Pina.

De 5 a 7 de novembro, as igrejas do centro histórico de Santarém, cujos órgãos foram recuperados, recebem o FÓS – Festival Internacional de Órgão de Santarém.

Sara Barros Leitão apresentará a sua nova criação, “Monólogo de uma mulher chamada Maria com a sua patroa”, no dia 20 de novembro, no TSB, espaço que receberá, a 26 desse mês, “Respeitosa Mente”, de Ricardo Ribeiro, projeto que junta poesia e música e que foi um dos espetáculos que tiveram de ser reagendados devido à paragem imposta pela pandemia da COVID-19.

Os dias 27 e 30 de novembro foram reservados para o Círculo Cultural Scalabitano apresentar, no Convento de São Francisco, a sua gala (dia 30) e a da Orquestra Típica Scalabitana (dia 27).

O mês de dezembro arranca, no dia 4, com o espetáculo de dança “Impulso”, pela companhia Quorum Ballet, que dinamizará um 'workshop' de dança em Santarém, atuando no dia 7, também no TSB, a banda escalabitana Vulture.

A ópera “O Barbeiro de Sevilha”, de Rossini, com direção artística de Élio Oliveira e encenação e direção musical de Sílvia Mateus, outro espetáculo que teve de ser reagendado, vai acontecer no dia 11 de dezembro, no TSB.

Nos dias 14 e 15, o teatro acolhe o ciclo de Cinema de Animação promovido pelo Cineclube de Santarém, encerrando a temporada, nos dias 17 e 18 de dezembro, com o ‘teatro-performance’ “Fátuo”, a nova criação de Carlos Oliveira / Associação Parasita.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.