A exigência do realizador: o filme é para ver em 3D

Michael Bay já lançou o apelo por várias vezes dizendo que o filme «tem algumas das sequências tecnicamente mais desafiantes alguma vez filmadas. E foram filmadas em 3D». O cineasta vai mais além nas exigências: «Peço-vos que escolham o melhor cinema e que vejam o filme neste formato».

O cineasta, conhecido pelas suas extravagâncias com efeitos especiais, explica que o mais recente filme da saga Transformers «foi planeado com o 3D em mente, não o oposto» e que, como tal, só pode ser visto de óculos na cara.

Adeus, Megan Fox

Muito se falou sobre a saída da actriz do terceiro filme da série. Teria sido uma desavença com
Michael Bay? Teria sido o suposto desconforto da actriz com as cenas mais quentes? Afinal parece que não. A ordem veio de cima. O todo-poderoso co-produtor
Steven Spielberg foi quem ficou de candeias às avessas com a actriz e a demitiu.

Foi o próprio
Michael Bay quem o confirmou à revista People. O motivo?
Megan Fox disse a uma revista britânica que Bay «se comportava como Hitler nas gravações» e que era «um pesadelo» trabalhar com ele.

De onde veio Rosie Huntington-Whiteley?

Ela é a substituta para
Megan Fox e, de acordo com os primeiros números das bilheteiras americanas, os fãs não ficaram desiludidos com a escolha.

A até agora modelo e daqui em diante também actriz tornou-se mais visível para o mundo quando foi escolhida pela conhecida marca de lingerie Victoria’s Secret para ser uma das figuras que a representa (as mulheres que pertencem a esta lista são geralmente chamadas de «Victoria’s Secret Angels»). Foi precisamente num anúncio televisivo para a marca dirigido por
Michael Bay que Rosie chamou a atenção do realizador.

No ecrã faz agora par romântico com
Shia LaBeouf, fora dele é a namorada do actor
Jason Statham.

Michael Bay pede mais luz nos projectores

Para se ser um filme de Michael Bay há que cumprir requisitos mínimos. E se em qualquer outra estreia, o poder dos autores do filme sobre ele termina quando a fita segue para as salas, aqui o caso é outro.
Michael Bay fez um comunicado aos projeccionistas de todo o mundo pedindo para que não diminuíssem a intensidade de luz nas projecções a três dimensões de
«Transformers 3».

É prática habitual nas salas de cinema diminuir a intensidade de luz da projecção porque as lâmpadas que transmitem luz para o ecrã têm um tempo de vida limitado e são caras. Mas para
«Transformers 3», Bay pede: «Utilizámos e inventámos muitas técnicas inovadoras de forma a aumentar a definição, o brilho e o contraste das cores do 3D. Creio que os proprietários das salas de cinema ouviram o público acerca da necessidade de respeitar as especificações do equipamento e evitar diminuir a intensidade de luz da projecção para poupar dinheiro».

A mea culpa de Michael Bay

Depois da crítica ter arrasado o segundo filme «Transformers – Retaliação», antecipando a estreia da terceira película, o realizador quebrou o silêncio.

«Cometemos alguns erros», disse Bay à revista britânica Empire, não assumindo no entanto toda a culpa. «A verdadeira culpa está no mundo místico com que o filme se cruzou. Quando olho para trás, vejo que era uma porcaria. A greve dos argumentistas estava a atacar-nos fortemente, foi terrível fazer um filme em que foi preciso ter uma história pronta em três semanas».

Spock torna-se um robô

O original Mr. Spock, da saga
«O Caminho das Estrelas», o actor
Leonard Nimoy, é a nova aquisição para o elenco vocal de
«Transformers 3». É ele quem dá voz ao Autobot Sentinel Prime, adormecido no lado negro da Lua e ressuscitado por Optimus Prime.

Bumblebee e a sua linguagem

O ternurento Chevrolet Camaro amarelo Bumblebee, já se sabe, não tem voz própria. Em vez disso, comunica através de músicas, gravações, sons diversos.

A produção usa inúmeras gravações célebres para compor a voz de Bumblebee mas neste filme há uma em particular que não podíamos esquecer. Não é apenas no corpo de Sentinel Prime que ouvimos a voz de
Leonard Nimoy no filme.

Há uma cena em que Bumblebee promete a Sam Witwicky, a personagem de
Shia LaBeouf, que será para sempre seu amigo. A expressão «your friend» é retirada da frase que, antes de morrer, Mr. Spock diz ao Capitão Kirk em
«Star Trek II: A Ira de Khan». A frase em questão é «I am and shall always be your friend» («sou e serei sempre teu amigo»).

Mais de 500 carros enviados para a sucata

Foram mais precisamente 532 carros, os que foram destruídos durante a rodagem de «Transformers 3». E para os que estão a pensar no desperdício, saibam que
Michael Bay até gosta de poupar. Todos os veículos usados nas cenas de acção com a finalidade de acabarem como lata foram resgatados de uma sucateira depois de terem sofrido danos devido a inundações.

O elenco improvavelmente diversificado de «Transformers 3»

Quem acha que um filme assumidamente pipoca como «Transformers 3» deverá apenas ter estrelas associadas ao cinema popular, como sucedeu com
«Velocidade Furiosa 5», engana-se redondamente. Encontramos aqui actores da craveira de
John Malkovich,
Frances McDormand ou
John Turturro a partilhar o ecrã com
Shia LaBoeuf,
Josh Duhamel,
Rosie Huntington-Whiteley,
Alan Tyudyk e
Tyrese Gibson. Além do renascido
Patrick Dempsey a fazer papel de vilão.

Shia LaBeouf e Michael Bay fecharam a porta

Para os que estão neste momento a perguntar «então e vai haver um quarto filme?». Até pode haver mas certo é que
Michael Bay e
Shia LaBeouf não estarão envolvidos. Os dois já confirmaram que este é o último filme da saga em que participam.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.