"Assassinos da Lua das Flores" é o melhor filme de 2023 para a New York Film Critics Circle.

O filme de Martin Scorsese com Leonardo DiCaprio e Robert De Niro sobre a história real dos assassinatos e desaparecimentos de nativos americanos da nação Osage na década de 1920 em terras ricas em petróleo no estado de Oklahoma, no centro dos EUA, valeu ainda a Lily Gladstone o prémio de Melhor Atriz, reforçando a sua posição na categoria com forte concorrência na temporada de prémios.

A mais antiga organização de críticos de cinema nos EUA e uma das mais prestigiadas gosta de se apresentar como uma "alternativa" aos Óscares: as escolhas de Melhor Filme coincidiram 31 vezes em 87 anos e a mais recente foi com "O Artista" em 2012.

Na votação que decorreu ao longo de várias horas, "Vidas Passadas", de Celine Song e do mesmo estúdio que triunfou nos Óscares com "Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo" e com estreia em Portugal prevista para 8 de fevereiro, foi eleito o Melhor Primeiro Filme.

Os críticos de Nova Iorque reservaram dois prémios em categorias importantes para o incontornável "Oppenheimer": Melhor Realização para Christopher Nolan e Fotografia.

Franz Rogowski com Adèle Exarchopoulos em "Passagens"

Nas restantes categorias de interpretação, destaque para o alemão Franz Rogowski, eleito o Melhor Ator pelo filme francês "Passagens", realizado pelo norte-americano Ira Sachs, que teve antestreia nacional em festival Queer Lisboa.

Com o prémio de Atriz Secundária, Da’Vine Joy Randolph confirmou o favoritismo que lhe tem sido apontado no início desde a primeira apresentação de "The Holdovers", de Alexander Payne, com estreia portuguesa anunciada para 8 de fevereiro de 2024.

Já Charles Melton, conhecido principalmente pelo trabalho de vários anos na série "Riverdale" e pelo filme "Bad Boys Para Sempre", vê a carreira valorizar-se com a distinção como Ator Secundário por "May December: Segredos de um Escândalo", já nos cinemas nacionais, filme de Todd Haynes votado ainda o Melhor Argumento.

Com estreia portuguesa prevista para 22 de fevereiro, "Anatomia de uma Queda", de Justine Triet, Palma de Ouro do Festival de Cannes, foi votado Melhor Filme Internacional (França), enquanto "Menus-Plaisirs — Les Troisgros", do lendário Frederick Wiseman, foi eleito o Melhor Documentário.

Outra lenda, o japonês Hayao Miyazaki, foi distinguido com "O Rapaz e a Garça" considerado o Melhor Filme de Animação.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.