«Estou muito excitado por ter a oportunidade de trazer o clímax desta saga à vida no grande ecrã. Como os fãs da série sabem, este é um livro único - e esperamos criar uma experiência cinematográfica igualmente única». Estas foram as palavras de
Bill Condon nas declarações publicas que proferiu ao assumir que aceitava o lugar de realizador de
«Breaking Dawn», a adaptação do quarto livro da série
«Twilight», escrita por
Stephenie Meyer, para a qual também tinham sido sondados nomes como
Sofia Coppola e
Gus van Sant.

O livro aborda o casamento de Bella com o vampiro Edward e o resultado dessa união. Por esta altura,
Melissa Rosenberg ainda está a escrever o argumento por isso ainda não se sabe se «Breaking Dawn» («Amanhecer», na tradução portuguesa da Gailivro) dará origem a apenas um ou a dois filmes, como sucedeu na adaptação ao cinema do último livro da saga Harry Potter.

Bill Condon é o realizador e argumentista de filmes como
«Dreamgirls»,
«Relatório Kinsey» e
«Deuses e Monstros», tendo conquistado o Óscar de Melhor Argumento Original por este último.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.