A realizadora Leonor Teles venceu hoje o Urso de Ouro da competição de curtas-metragens, do Festival Internacional de Cinema de Berlim, pelo filme "Balada de um Batráquio".

Cavaco Silva enviou já hoje uma mensagem de felicitações à realizadora, da qual deu nota no sítio da Presidência da República na internet, texto no qual destaca o "grande regozijo" pelo "triunfo alcançado pela cineasta Leonor Teles".

"Num ano em que a presença portuguesa neste importante Festival tem sido justamente realçada, quer pela sua dimensão, quer pela reconhecida qualidade das participações, o galardão atribuído a Leonor Teles vem confirmar o talento da jovem realizadora e representa o coroar de muitos esforços, com vista à consolidação e à projeção do cinema feito em Portugal", considerou.

Por este motivo, Cavaco Silva apresenta os "parabéns a Leonor Teles por este seu êxito, que tanto honra a cultura portuguesa, e dirigir as melhores saudações a todos quantos se têm empenhado, ao longo das últimas décadas, na afirmação do nosso cinema".

"Foi completamente inesperado", disse a realizadora à agência Lusa. "Nunca pensei, achei que era impossível. Somos pequeninos, fizemos um filme com pouco dinheiro, sempre acreditaram em mim e estar aqui e ter ganhado o urso de ouro é uma coisa inacreditável", disse Leonor Teles em Berlim, após a cerimónia de entrega dos galardões.

A realizadora do filme "Balada de um Batráquio", filme que expõe comportamentos xenófobos em relação a membros da etnia cigana em Portugal, espera que a 'curta' ajude a desconstruir preconceitos relativamente a esta comunidade.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.