O filme "Cézanne e eu", de Danièle Thompson, abre hoje em Lisboa a Festa do Cinema Francês, o maior festival português dedicado a recente produção francófona e que passará depois por outras cidades portuguesas.

A realizadora estará presente na sessão de abertura, com um filme que retrata a amizade entre o pintor Paul Cézanne e o escritor Émile Zola, representados por Guillaume Canet e Guillaume Gallienne

Com a realizadora Anne Fontaine como madrinha, a 17ª. Festa do Cinema Francês mostrará 68 filmes, muitos dos quais em antestreia, como "Tão Só o Fim do Mundo", de Xavier Dolan, que encerrará a festa em Lisboa a 16 de outubro, ou "La danseuse", de Stéphanie di Giusto, que abrirá o festival no Porto a 24 de outubro.

Este ano, a Festa exibirá ainda "Uma Viagem pelo Cinema Francês com Bertrand Tavernier", deste cineasta francês, "La Vie Très Privée de Monsieur Sim", de Michel Leclerc, e "Les Malheurs de Sophie", de Christophe Honoré.

Depois de Lisboa, a Festa do Cinema Francês seguirá até novembro por outras cidades, como Almada, Leiria, Coimbra, Porto, Viana do Castelo, Faro e Setúbal.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.