Chris Hemsworth confirmou que o seu contrato com a Marvel chega ao fim com a participação em "Vingadores: Guerra Infinita" (estreia em abril) e "Vingadores 4" (2019) e não voltará a ser Thor.

"Contratualmente, neste momento, está feito. Acabou. Não voltarei a interpretar a personagem", revelou ao USA Today alguns dias após ter acabado na cidade de Atlanta a sua parte na rodagem em simultâneo dos dois filmes.

"É uma espécie de pensamento assustador. Isto realmente parecia uma coisa interminável. E agora potencialmente acabou", acrescentou, recordando o percurso com o estúdio que começou com o primeiro filme em 2011 e que agora fica livre para outros projetos.

O ator, apenas com 34 anos, não fecha completamente a porta a um regresso, principalmente depois do sucesso de "Thor: Ragnarok" no último outono, onde ele e o realizador Taika Waititi redefiniram o super-herói, puxando pelo seu lado mais cómico e até lhe cortaram o cabelo.

"Sinto que o reinventámos. Agora existe uma plataforma maior para continuar se quisermos", refletiu.

Hemsworth diz que conversou com Kevin Feige, presidente da Marvel, que lhe disse que o estúdio agora estava só a pensar nos filmes dos "Vingadores".

"Portanto, quem sabe? Existem 76 atores do elenco nestes dois filmes. Vão ser os maiores filmes de todos os tempos, muito maiores do que a minha personagem. Esta é uma conversa para ter mais tarde, se for para acontecer", concluiu.

O próximo filme de Chris Hemsworth será "12 Indomáveis", que estreia em Portugal a 22 de fevereiro.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.